IST lança pós-graduação em engenharia informática

Nova edição da pós-graduação em Engenharia de Software e dos Sistemas de Informação Empresariais (SISE) no Instituto Superior Técnico (IST) arranca no final de março. Um curso que é inserido na nova Leadership Graduate Academy.

0
4
Partilhas
IST
IST. Foto: Rosa Pinto

A Leadership Graduate Academy é um novo projeto do IST que inclui três cursos de pós-graduação (3º ciclo de Bolonha). Uma pós-graduação que é “uma plataforma de conhecimentos imprescindíveis para a adaptação das empresas às crescentes exigências do mercado do século XXI, através de uma preparação sólida e séria e competitiva nos domínios da Engenharia de Software e da Engenharia de Sistemas de Informação”.

O IST define que os “principais objetivos da pós-graduação” incluem capacitar o aluno através de uma “dinâmica de trabalho intensiva capaz de oferecer ao aluno maior capacidade física e intelectual para trabalhar com áreas complexas em contexto similar ao mercado de trabalho.”

Outro dos objetivos da pós-graduação ”é incutir no aluno competências para saber pensar e saber fazer, adquirir capacidades de pensamento analítico e computacional,” e como terceiro objetivo, “capacitar pessoas de áreas diferentes para a Engenharia de Software e Sistemas de Informação.”

O IST pretende com estas pós-graduações criar a ‘ponte’ “entre as necessidades de recrutamento das empresas e organizações, nas áreas de crescente procura, como as tecnologias de informação, software, desenvolvimento aplicacional e processos no âmbito da transformação digital e indústria 4.0.”

Miguel Mira da Silva, cocoordenador da pós-graduação SISE, esclarece que “o SISE é um curso de pós-graduação ao nível do 3º ciclo do processo de Bolonha com 39 créditos ECTS. Os principais conteúdos incluem engenharia de software, bases de dados, sistemas de informação, interfaces pessoa-máquina e outros temas fundamentais da engenharia informática.”

Para Miguel Mira da Silva,atualmente existe uma enorme procura no mercado por profissionais de informática, nomeadamente nas áreas de software e sistemas de informação”, e acrescenta que “a procura é tão grande que não garante apenas uma empregabilidade elevada, mas também salários muito acima da média.”

“As empresas que mais recrutam na área da informática são as consultoras, onde os negócios ligados à informática têm vindo a aumentar, mas também as empresas de informática e cada vez mais as startups”, esclareceu o coordenador do curso.

Ao curso são admitidos candidatos com um grau de mestrado em qualquer campo da ciência e da engenharia, ciências ou matemática, mas também são aceites candidatos “com grau de licenciatura e currículo profissional que demonstrem possuir conhecimentos e capacidades para lidarem com as tecnologias.”

O IST indica que “a pós-graduação SISE foi criada a pedido de uma consultora que já formou num ano e meio 112 pós-graduados”. Mas agora IST quer alargar esta formação “a toda a comunidade académica e ao mercado”, e para isso o IST aceita “apoios no âmbito de patrocínios e parcerias com entidades coletivas ou particulares” que queiram contribuir “para a qualificação do país nas áreas de tecnologias de informação e apoiando alunos de mérito no acesso ao emprego qualificado”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz