Leituras no Mosteiro: O “vírus” da celebridade está à espreita

Comédia “Acabar Contigo” do dramaturgo britânico Mark Ravenhill é a terceira leitura do ciclo dedicado à EURODRAM, no Mosteiro de São Bento da Vitória. A convidada é Francesca Rayner, diretora do curso de Teatro da Universidade do Minho.

0
Leituras no Mosteiro: O “vírus” da celebridade está à espreita
Leituras no Mosteiro: O “vírus” da celebridade está à espreita. Foto: ©Susana Neves

Há quase uma década, as Leituras no Mosteiro abriram portas ao clássico de Molière, Preciosas Ridículas, uma comédia satírica de 1659 sobre a vaidade, a futilidade e a aparência. Mais de 340 anos depois, Mark Ravenhill adapta o texto tendo em conta o público mais jovem e uma nova realidade.

Totally Over You, ou como a tradução de Jorge Louraço Figueira dita, Acabar Contigo, chega no âmbito do projeto EURODRAM – rede informal que promove a tradução, circulação e divulgação de textos dramáticos contemporâneos – e pode ser lida e ouvida dia 19 de novembro, às 21h00, no Mosteiro de São Bento da Vitória. A entrada é gratuita.

Acabar Contigo é uma peça que explora o brilhante e sedutor “vírus” da celebridade. Kitty, Rochelle, Hannah e Sinita, famintas e ansiosas pelos seus cinco minutos de fama, decidem que é altura de começar a namorar com celebridades. Mas será que o prestígio e a fortuna são reais? A peça surgiu no âmbito do Connections, do Teatro Nacional de Londres, projeto que estimula a criação de peças para o público mais novo.

A convidada especial para a sessão é Francesca Rayner, diretora do curso de Teatro da Universidade do Minho. O ciclo de textos das Leituras no Mosteiro, integrado na programação setembro 2019 – fevereiro 2020 do Teatro Nacional São João, é promovido pelo Comité Português da EURODRAM, rede que se inscreve numa dinâmica de residência de autores, acompanhamento de tradutores e procura de parcerias internacionais. A última leitura do ano será na terceira terça-feira do próximo mês, dia 17 de dezembro, e é dedicada à Dramaturgia Contemporânea Portuguesa.

O Centro de Documentação do Teatro Nacional de São João (TNSJ) foi fundado no ano 2000. O espaço integra um Arquivo, um núcleo essencial para os investigadores dos campos cénicos e para a preservação de documentos como registos vídeos de espetáculos, textos de teatro, dossiês fotográficos ou materiais promocionais das peças do TNSJ.

Localizado no Mosteiro de São Bento da Vitória, contempla ainda uma Biblioteca considerada a melhor em Portugal no que toca às artes performativas. Disponibiliza gratuitamente a consulta de cinco mil livros, além de compilar vídeos, filmes e documentários sobre teatro e dança, óperas dirigidas por encenadores relevantes, e ficheiros de teatro radiofónico. O Centro de Documentação está aberto ao público de segunda a sexta-feira, entre as 14h30 e as 18h00.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!