Licença para i&d de produtos farmacêuticos à base de Cannabis para Portugal

EXMceuticals, com assessoria da Abreu Advogados, obtém Licença para i&d de produtos farmacêuticos à base de Cannabis para operar em Portugal. A empresa canadiana vai desenvolver investigação e refinar cannabinóides e subprodutos em Portugal.

0
Cannabis
Cannabis. imagem: CC

A EXMceuticals, empresa cotada na bolsa canadiana CSE, com a assessoria da Abreu Advogados, obteve a primeira licença de investigação e desenvolvimento de produtos farmacêuticos à base de cannabis, para Portugal.

A licença vai permitir à EXMceuticals dar um importante passo nas suas operações no mercado europeu. A empresa canadiana pretende exportar um volume grande de produtos à base da cannabis para a União Europeia e em todo o mundo.

Atualmente a EXMceuticals está a iniciar o processo de construção e adequação de uma estação de refinamento em Portugal para cumprir as normas europeias. A empresa prevê que esteja concluída, operacional e totalmente licenciada antes do final do primeiro trimestre de 2020.

A empresa canadiana passa a ser pioneira em Portugal no desenvolvimento das suas atividades e na conversão do seu trabalho de investigação em produtos de bem-estar e soluções inovadores à base da cannabis.

A licença agora obtida e para qual contou com a equipa de advogados liderados por César Bessa Monteiro, jr., sócio da Abreu Advogados, que coordenou a equipa, e por Madalena Bernardes Coelho, associada, vem facilitar os processos importação, investigação e refinamento de cannabinóides e subprodutos em território nacional.

César Bessa Monteiro, jr. Referiu: “Este processo de licenciamento, apoiado pela Abreu, foi fundamental para o desenvolvimento e consolidação da atividade desta empresa em Portugal. Esta licença é realmente inovadora no nosso País e abre caminho para o desenvolvimento e afirmação de um sector promissor, que se tem revelado muito dinâmico e que oferece grandes oportunidades, criando muitos empregos e novas oportunidades de colaboração com outras empresas nacionais e internacionais”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!