Lisboa: PEGADAS BIP ZIP celebra 10 anos

Programa de Parcerias Locais da Câmara Municipal de Lisboa celebra, com a participação das comunidades locais, 10 anos.

0
Lisboa: PEGADAS BIP ZIP celebra 10 anos
Lisboa: PEGADAS BIP ZIP celebra 10 anos. Foto: © Rosa Pinto

A Energia BIP ZIP tocou já mais de 1/3 da população de Lisboa em projetos dirigidos para as necessidades concretas dos bairros e zonas de intervenção prioritária (BIP e ZIP). Estas dez pegadas que agora são assinaladas nos territórios com as comunidades, no âmbito dos 10 anos do programa, são exemplos das áreas de intervenção: empregabilidade, formação / apoio ao estudo, apoio aos mais vulneráveis, igualdade e cidadania, sustentabilidade ambiental.

O Programa de Parcerias Locais BIP ZIP integra as estratégias do Pelouro da Habitação e Desenvolvimento Local da CML, dando apoio financeiro ao lançamento de projetos e boas práticas implantados pelas entidades no terreno. Para esta ignição, a CML investiu mais de 15 milhões do orçamento municipal, a que as próprias parcerias juntaram 5 milhões de euros. Construindo a maior rede de parcerias locais: 1.400 entidades que deram corpo a mais de 2.500 atividades.

Este circuito de 10 pegadas de participação que celebramos em conjunto dá conta da diversidade das intervenções feitas ao abrigo deste programa – que é já uma referência internacional e está a ser disseminado como boa prática comunitária pelo URBACT. Marcas físicas BIP ZIP deixadas no terreno, que se mantêm e continuam o seu papel, como a melhor prova do sucesso deste programa que Lisboa já não dispensa.

Ao Tarujo Eu Vou

Durante o projeto, foram criados espaços de cultivo alimentar, desenvolvida uma ferramenta de intervenção psicossocial inovadora, pela ligação à comunidade, e criada uma marca social. Estas novas valências serão potenciadas por um programa alargado de capacitação dos jovens, técnicos e moradores, em torno das temáticas da agricultura urbana, nutrição, consumo sustentável e economia circular. Ficaram no território um conjunto de recursos e valências que, potenciadas pelo plano de formação, se autonomizam económica / socialmente. Os espaços aproveitados continuarão a ser explorados pelos jovens, que transferirão estas aprendizagens a outros, em parceria com os moradores. As boas práticas ao nível da intervenção psicossocial continuarão a ser implementadas e a marca criada continuará ativa através do envolvimento dos parceiros no modelo de negócios criado.

PROJETO 79/2018 – Ao Tarujo Eu Vou |BIP 15 Quinta do Tarujo |UIT Centro |Freguesia Campolide |Destinatário Juventude |Temática Inclusão e Prevenção |Promotora Junta de Freguesia de Campolide; Associação Viver Campolide; ADM Estrela – Associação Social e Desenvolvimento |Parceira ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa; Fundação Aga Khan – Portugal; Agrupamento de Escolas Marquesa de Alorna; GI Pensar Verde |Rede de Serviços CML – UITC, DDS, DDL-DAIL, DMED |Montante Solicitado e gasto 49.955,00€ |Total de Execução 61.807,00€ (BIP/ZIP + Outras Fontes)

Bela Flor Respira

Projeto agroflorestal pioneiro em meio urbano, envolve uma equipa de formadores, composta por elementos qualificados com experiência na implementação deste sistema no Brasil. As potencialidades deste projeto são: a possibilidade de incremento da coesão do bairro; o facto de ser uma alavanca para trazer pessoas de fora do bairro para dentro e torná-lo num polo transformador em matéria agroflorestal; o interesse de alguns moradores por hortas e toda a temática ligada ao projeto; terreno destinado à aplicação do projeto, com enorme potencial e com proximidade aos moradores. As atividades propostas neste projeto visam, em articulação com os residentes, a criação e manutenção de sinergias para uma agrofloresta autossustentável e produtora de alimentos para a comunidade.

PROJETO 082/2018 – Bela Flor Respira |BIP 13 Bela Flor |UIT Centro |Freguesia Campolide |Destinatário Comunidade |Temática Competências e Empreendedorismo |Promotora BVLL – Cooperativa para o Desenvolvimento Sustentável C.R.L. (Biovilla); Circular Economy Portugal; Associação Viver Campolide |Parceira Junta de Freguesia de Campolide; Santana Futebol Clube |Rede de Serviços CML DDS, UIT, DAIL, DMEI, DMC – DAC |Montante Solicitado 50.000,00€ |Total execução 56.950,00€ (BIP/ZIP + Outras Fontes)

Casa Comunitária da Mouraria – Edifício Manifesto

O primeiro passo foi recuperar um edifício municipal com espaços adaptados às necessidades da população local, sobretudo na área do lazer e da saúde. O segundo sucedeu com o promover da intergeracionalidade e interculturalidade, fazendo desta Casa Comunitária da Mouraria uma moradia com vida. A transformação/reabilitação deste “Edifício Manifesto” teve intervenções de baixo custo quanto aos materiais e mão-de-obra com a participação dos vários setores da comunidade. Reabilitação feita pela comunidade e para a comunidade criando o sentido de pertença do espaço logo desde o início.

PROJETO 47/2011 – Casa Comunitária da Mouraria |BIP 44 Mouraria |UIT Centro Histórico |Freguesia Santa Maria Maior |Arroios |Destinatário Comunidade |Temática Promoção da Cidadania |Promotora Associação Renovar a Mouraria |Parceira ARTÉRIA (Associação de Arquitetura e Reabilitação Urbana) |Montante Solicitado 50.000,00€ |Total de execução 50.000,00€

Cozinha Comunitária da Mouraria

Este projeto tem como principal objetivo a valorização do potencial criativo e empreendedor dos residentes e comerciantes das várias etnias. Promover a partilha de saberes e sabores através da cozinha e do encontro à mesa. Orientar para a criação de pequenos negócios familiares na área da cozinha. A principal atividade consiste em recuperar e adaptar o espaço; a montagem da cozinha; a abertura à Comunidade Local com demonstrações culinárias e jantares temáticos. Desta forma pretende-se contribuir para a coesão social, tendo como principal foco a integração da comunidade imigrante. Paralelamente pretende-se manter a cozinha aberta com iniciativas que tornem este projeto sustentável mantendo o objetivo de potencialização e coesão social da comunidade local.

PROJETO 39/2011 – Cozinha Comunitária da Mouraria |BIP 44 Mouraria |UIT Centro Histórico |Freguesia Santa Maria Maior |Destinatário Comunidade |Temática Empreendedorismo |Promotora Associação Cozinha Popular (ACPM) |Parceiros Associação Comunidade do Bangladesh, Conversas de Rua – Associação, Grupo Desportivo da Mouraria |Montante Solicitado 50.000,00€ |Total execução 50.000,00€

Livraria Solidária

A instalação e o funcionamento da Livraria Solidária têm como objetivo fomentar o interesse local pela leitura, proporcionando um maior acesso ao conhecimento e à cultura, contribuindo para a ampliação da dimensão artística e criativa do ser humano, de um pensamento livre. Novo serviço de proximidade autossustentável, ampliando o sentido comunitário, reforçando os laços de confiança e trabalhando para uma cidadania ativa. Livraria onde 100% das receitas revertem para projetos culturais e de desenvolvimento local.

PROJETO 15/2017 – LIVRARIA SOLIDÁRIA |BIP 18 Azinhaga dos Lameiros / Azinhaga da Torre do Fato |UIT Norte |Freguesia Carnide |Destinatário Comunidade |Temática Promoção da Cidadania |Promotoras Crescer a Cores – Associação de Solidariedade Social; Associação Azimute Radical; Boutique da Cultura – Associação Cultural sem fins lucrativos |Parceiras (todas as entidades são promotoras) |Rede Comunitária Comissão da AUGI da Azinhaga dos Lameiros; Incubadora das Artes de Carnide; SCML; Voluntários; Junta de freguesia de Carnide; PSP |Rede de Serviços CML – Gebalis; DDS; UIT Norte |Montante Solicitado e Gasto 50.000,00€ |Total do Projeto 74.150,00€ (Verba BIP/ZIP + Outras Fontes de Financiamento)

Ameixoeira Criativa

Atelier de Costura Ameixoeira Criativa é um projeto que visa estimular a aprendizagem, o convívio, em multiculturalidade. Desenvolve competências pessoais e sociais através da criação de produtos aproveitando o desperdício têxtil, convertendo-os em artigos novos e de qualidade. Toda a formação foi dirigida à comunidade local e teve como pressuposto dar mais capacidade técnica e, ao mesmo tempo, potenciar a criação de objetos únicos, o COMPONTO®: pretende-se que o público olhe para estes novos produtos e reconheça a sua origem e originalidade. COMPONTO® é uma marca social, que aposta na consciência social e ambiental, utilizando desperdício têxtil e material reutilizado e criando produtos diferenciados, contribuindo para a redução de resíduos numa perspetiva baseada na economia solidária.

Projeto 29/2013 – Ameixoeira Criativa |BIP 06 Quinta da Torrinha |UIT Norte |Freguesia Santa Clara |Destinatário Comunidade |Temática Competências e Empreendedorismo |Promotora Associação Lusofonia, Cultura e Cidadania |Parceiros Junta de Freguesia da Ameixoeira; CAFINVENÇÕES – Associação Cultural, Artística e Educativa; Raízes; Associação de Apoio à Criança e ao Jovem; ADI – Associação para o Desenvolvimento e Investigação; UDAL – União Desportiva da Alta de Lisboa |Montante Solicitado 49.980,00€ |Total da Execução 57.301,00€

Boavista Take-Away

Este projeto assenta numa ideia simples que emana da experiência e vivência da própria comunidade do Bairro da Boavista: a cozinha e a gastronomia desempenham um papel importante e central nas relações sociais da comunidade, sendo um ponto de confluência do convívio social, aprendizagem, de dinamização comunitária intercultural e intergeracional. Esta diversidade “gastronómica” dos moradores deveria ter uma nova expressão: uma cozinha comunitária que sirva fins sociais para os moradores e lhes permita formarem-se para novas saídas laborais, experimentarem contextos reais de trabalho, aumentando paralelamente a rede de apoio às famílias em situação de insuficiência económica e de isolamento social.

PROJETO 49/2014 – Boa Vista Take-Away |BIP 10 Boavista |UIT Norte |Freguesia Benfica |Destinatário – Comunidade |Temática Competências e Empreendedorismo |Promotora Junta de Freguesia de Benfica |Parceiros ARMABB Associação Jovens Seguros |Montante Solicitado 46.150,00€ |Total Projeto 65.050,00€

Recriar BPC

Tudo começou com a requalificação da Praça à Rua Piteira Santos. O objetivo era tornar esta área comunitária num espaço público polivalente, para a realização de eventos: atividades sócio desportivas, socioculturais e a realização de um mercado com um cariz mais informal, dinamizado por organizações locais e população. A Praça é gerida e dinamizada com o apoio do consórcio do projeto que, além do futebol de rua, promove outras iniciativas com participação da comunidade em articulação com a Junta de Freguesia.

PROJETO 15/2015 – Recriar BPC |BIP 16 Padre Cruz |UIT Norte |Freguesia Carnide |Destinatário – Comunidade (7.000 habitantes) |Temática Reabilitação e Requalificação de Espaços |Promotoras Associação Azimute Radical; Associação Nacional de Futebol de Rua |Parceiras Junta de Freguesia de Carnide; WAKESEED; Pepe Tiro com Arco; Associação Tenda; Grupo de Jovens “Bola p’ra frente” |Montante solicitado 50.000,00€ |Total Execução 66.070,00€ (Verba BIP/ZIP + Outras Fontes de financiamento)

ALL TOGETHER

Todos Juntos! Espaço de partilha e aprendizagem! Direcionado às crianças e jovens através de processos de desenvolvimento participativo e comunitário. Ocupação dos tempos livres das crianças e jovens do 2º e 3º ciclo do agrupamento de escolas do Alto do Lumiar durante o período letivo e nas interrupções escolares com apoio ao estudo e ao desenvolvimento das competências sociais e pessoais. Promove o acesso e participação dos moradores no projeto com os membros da equipa. Conta com uma sala de informática e é fomentado regularmente o debate sobre temáticas diversas eleitas pelas crianças, jovens, pais e encarregados de educação (bullying, violência no namoro, ciberbullying, etc.). A requalificação do espaço contou com mão-de-obra voluntária proporcionando, na sua generalidade, um sentimento de pertença e apropriação aquele lugar. É um espaço comunitário ancorado no meio escolar que tem como objetivo primordial aperfeiçoar os conhecimentos dos educandos com o apoio ao estudo, acompanhamento e monitorização dos resultados e comportamentos escolares desenvolvida com a parceria do Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar.

PROJETO 35/2017 – All Together |BIP 25 Cruz Vermelha; BIP 26 Pedro Queiróz Pereira; BIP Alta de Lisboa Centro |UIT Norte |Freguesias Lumiar e Santa Clara |Destinatário Crianças |Temática Inclusão e Prevenção |Promotoras Associação Espaço Mundo; APEAL |Parceiras Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar |Montante Solicitado 36.198,00€ |Total Execução 43.385,00€

2 de Maio Todos os Dias | Casa para Todos

“2 de Maio Todos os Dias” tem como propósito promover a qualidade de vida no bairro ao intervir multissetorialmente no espaço público. Com a criação da “Casa para Todos” recuperou-se e requalificou-se o Largo do Cantinho; capacitaram-se os parceiros e residentes para a preservação dos seus espaços comuns, sensibilizando-os para a limpeza do bairro; criou-se um espaço hortícola e realizam-se, periodicamente, um conjunto de eventos comunitários que têm como fim, no essencial, informar e motivar os residentes na participação neste projeto: criar novas forças vivas no bairro que acreditem na sua regeneração e na capacidade em darem resposta às suas próprias necessidades; criar bases de confiança junto da sua população para intervir no bairro, criando espaços comuns ao serviço da comunidade e reabilitando o espaço público pela e para a comunidade.

PROJETO 62/2013 – 2 de Maio todos os dias |BIP 02 Bairro Dois de Maio | UIT Ocidental | Freguesia Ajuda | Destinatário – Comunidade | Temática Reabilitação e Requalificação de Espaços |Promotora Junta de Freguesia da Ajuda | Parceiros Associação Atividades Sociais Bairro 2 de Maio; Associação de Moradores Bairro 2 de Maio; Coletivo Informal u:iclc; Faculdade de Arquitetura (UTL) | Montante Solicitado 49.400,00€ | Total execução 63.100,00€

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!