Local do Festival Marés Vivas em Vila Nova de Gaia contestado

A Campo Aberto - associação de defesa do ambiente emitiu uma Carta Aberta ao Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, contestando a realização do Festival Marés Vivas no atual local, devido à perturbação causada na fauna e a flora.

0
Local do Festival Marés Vivas em Vila Nova de Gaia contestado
Local do Festival Marés Vivas em Vila Nova de Gaia contestado. Foto: © Rosa Pinto

A realização do Festival Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia, tem vindo a ser contestada ao longo dos últimos anos, agora a Campo Aberto – associação de defesa do ambiente vem em Carta Aberta dirigida ao Presidente da Câmara Municipal para que a realização do festival seja noutro local que não perturbe a fauna e a flora “que o município se tinha comprometido e empenhado em salvaguardar ao ser criada a Reserva Natural Local do Estuário do Douro (RNLED).

A carta lembra ao Presidente da Câmara que já em 2017 foram assumidas diligências para uma mudança do local do festival em 2018, mas que o mesmo veio a realizar-se na chamada “Seca do Bacalhau”, que “fica situada paredes meias com o Vale de São Paio, a uma distância insignificante deste, permanecendo pois em zona contígua à RNLED e onde é inverosímil que não se façam sentir pelo menos alguns dos efeitos graves denunciados durante o diferendo de 2016-17, posição que, nos nossos próprios termos assumimos, e mantemos até hoje”.

A Campo Aberto vem agora apelar “ao executivo municipal de Vila Nova de Gaia, e ao seu Presidente, para que, em 2020, tal local seja definitivamente abandonado e duradouramente substituído por um efetivo Plano B, não falacioso, em localização suficientemente afastada da RNLED para que nenhum dos efeitos oportunamente denunciados por nós possa ser sentido. Só assim a RNLED, o património de conservação da natureza mais valioso no concelho, poderá ser efetivamente salvaguardada, tal como incumbe ao executivo municipal”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!