Luísa Taveira integra administração do CCB

Ministro da Cultura nomeia Luísa Taveira para vogal do Conselho de Administração da Fundação Centro Cultural de Belém e Paulo Ribeiro para a direção artística da Companhia Nacional de Bailado.

0
1
Partilhas
Luísa Taveira integra administração do CCB
Luísa Taveira integra administração do CCB. Foto: Rosa Pinto

Luísa Taveira deixa a direção artística da Companhia Nacional de Bailado/Teatro Camões para assumir funções como vogal do Conselho de Administração do CCB, após o término do mandato de Miguel Leal Coelho.

Para a direção artística da Companhia Nacional de Bailado/Teatro Camões é nomeado Paulo Ribeiro, bailarino e coreógrafo de reconhecido mérito nacional e internacional, que criou a sua companhia em 1995 e, com ela, diversas obras emblemáticas na história da dança contemporânea.

O Ministro da Cultura, Castro Mendes, manifestou agradecimentos “a Miguel Leal Coelho pelo serviço público prestado no Conselho de Administração da Fundação Centro Cultural de Belém”.

Luísa Taveira estava desde outubro de 2010, como Diretora Artística da Companhia Nacional de Bailado e do Teatro Camões. Bailarina conceituada nacional e internacionalmente, trabalhou em várias companhias europeias em Inglaterra, Bélgica, França, Alemanha, Suíça, Itália e Áustria, destacando-se uma participação brilhante no London City Ballet.

Durante a temporada de 1986 participou como bailarina principal no elenco da NAPAC Dance Company, a primeira companhia de dança multirracial da África do Sul, sediada na Playhouse de Durban, e com a qual percorreu, em digressão, todo o país.

No seu curriculum consta que é natural do Porto, começou a estudar dança aos nove anos, com o professor Pirmin Treku, e em 1974, juntamente com alguns dos seus colegas, fundou o Grupo Experimental de Bailado do Porto, com o qual desenvolveu uma intensa atividade artística, realizando espetáculos no norte do país.

Em 1975 entrou na Upper School do Royal Ballet, em Londres, na qualidade de bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, e aí finalizou os estudos com Maryon Lane, Pamela May, Piers Beaumont, Leonid Massine e Ninette de Valois, entre outros.

Mais tarde regressa a Portugal e ingressou na Companhia Nacional de Bailado, tendo sido escolhida na temporada inaugural da companhia para o papel de Odete, do Lago dos Cisnes. Dançou papéis principais do repertório clássico e neoclássico e também interpretou um sem número de criações coreográficas, muitas das quais especialmente concebidas para a artista.

Passou pelo Ballet Gulbenkian em 1988, e ensinou durante 13 anos, no Conservatório Nacional, onde colaborou na elaboração do curriculum de ensino integrado da escola, numa experiência inédita do ensino artístico em Portugal.

Em 2001, passa a assessora da área da dança da administração da Fundação Centro Cultural de Belém, e mais tarde, adjunta para a programação com responsabilidades nas áreas da dança, do teatro e da ópera, exercendo também as funções de coordenação da programação das orquestras e formações musicais em residência, dos ciclos temáticos e de alguns dos festivais.

Entre 2003 a 2007 desempenhou funções de professora coordenadora do ramo de espetáculo da Escola Superior de Dança, do Instituto Politécnico de Lisboa, tendo em 2005 integrado a equipa de programação do Faro Capital da Cultura, como responsável artística para as áreas da dança e do novo-circo.

No âmbito da programação do Centro Cultural de Belém, Luísa Taveira fundou em 2010, a Companhia Maior, um projeto de intérpretes com mais de 60 anos, provenientes de todas as áreas artísticas.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz