“Maneiras de Sever” mostra as produções artísticas de jovens

Exposição no Centro de Artes e Espetáculos, em Sever do Vouga, de 2 a 17, de março, para mostrar a capacidade de design dos jovens, mas sobretudo dar a conhecer o concelho. O projeto “Maneiras de Sever” está aberto à participação de todos os jovens.

0
“Maneiras de Sever” mostra as produções artísticas de jovens
“Maneiras de Sever” mostra as produções artísticas de jovens. Foto: Rosa Pinto

O projeto “Maneiras de Sever” de design de inovação social e de outras formas de expressão artística, é aberto a todos os jovens estudantes que pretendem dar a conhecer à sociedade o concelho de Sever do Vouga.

Produções artísticas de jovens e trabalhos inéditos estão em exposição no Centro de Artes e Espetáculos de Sever do Vouga, entre 2 e 17 de março. Os trabalhos têm como objetivo, não só mostrar a capacidade de design dos jovens mas sobretudo dar a conhecer o concelho.

A exposição organizada pela Fundação Mão Amiga e pela Planet Fusion Studio, com o apoio do Agrupamento de Escolas e da Câmara Municipal de Sever do Vouga conta com 658 trabalhos, e é de entrada livre

A iniciativa, que já vai na terceira edição, propõe seis categorias temáticas: património natural, património histórico, cultura, desporto, atividades económicas, e personalidades severenses, que podem ser exploradas em forma de fotografia, som, vídeo, desenho e interpretações musicais, cénicas e poéticas.

Edite Matos, presidente do Conselho de Administração da Fundação, referiu, citada em comunicado: “Além da participação destes jovens, temos mais de 20 docentes que colaboram intensamente, já para não falar nas famílias envolvidas. São 658 produções made in Sever do Vouga, que ilustram de forma artística e inovadora um concelho bonito, um povo com história”.

A responsável pela organização acrescentou: “Este projeto pretende criar um sentimento de pertença e de gosto dos jovens pela sua terra, e esse trabalho deve ser iniciado com os mais novos, para que, quando forem adultos, se tornem, também, nos principais embaixadores da sua terra”.

A inauguração da exposição, a decorrer no dia 2 de março, à tarde, tem a colaboração atuante da Universidade Sénior, do Rotary Club, a tocar e a cantar o hino de Sever do Vouga. Uma tertúlia sobre “A desertificação e a fixação de jovens em Sever do Vouga”, com os contributos de representantes das entidades locais e regionais ligadas ao ensino, à autarquia, à Segurança Social e ao Vouga Park, debate alguns dos problemas e desafios do concelho. Um concerto de JOBRA vem a seguir ao debate.

Sábado à tarde, dia 3 de março, são apresentadas as escolas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Sever do Vouga, e à noite a partir das 21h00 atuam Jane Sawyer Acoustic, Cato, e When Sentences Are Band Names.

O programa cultural da exposição termina no domingo, dia 4 de março, com a participação do Rancho de Sever do Vouga, da Pentagrama – Escola de Música, do Grupo Chá de Sexta e da Universidade Sénior do Rotary Club de Sever do Vouga.

A partir do dia 17 de março a exposição torna-se itinerante, com passagem pelas freguesias do concelho, para que todos conheçam melhor a sua terra e as suas gentes, indicou a organização em comunicado.

O projeto “Maneiras de Sever” teve início em 2011, em resultado da parceria entre a Universidade de Aveiro e a Fundação Mão Amiga, sedeada em Sever do Vouga. A fundação nasceu em 2009 e tem como objetivo apoiar qualquer pessoa ou instituição, a nível nacional, em diferentes âmbitos de intervenção.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!