Marinha e Força Aérea em resgate de tripulação de veleiro, nos Açores

Marinha e Força Aérea envolvidas no resgate de três tripulantes de veleiro naufragado nos Açores. O veleiro “Destiny of Scarborough naufragou, a 356 milhas a nordeste da Ilha Terceira, devido a danos causados pela colisão com uma baleia.

0
2
Partilhas
Veleiro ‘Destiny of Scarborough’
Veleiro ‘Destiny of Scarborough’. Foto: DR

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, em articulação com a Força Aérea Portuguesa, coordenou durante o dia de ontem uma operação de resgate de três tripulantes de nacionalidade britânica de veleiro naufragado.

O veleiro ‘Destiny of Scarborough’, com bandeira do Reino Unido, naufragou a cerca 356 milhas, ou seja, 662 quilómetros, a nordeste da Ilha Terceira, Açores, devido a danos causados pela colisão com uma baleia.

A Marinha indica que “para proceder ao resgate foi empenhada a corveta da Marinha Jacinto Cândido e as aeronaves C-295 da Base das Lajes e um P3-C da Base de Beja”. Estes meios permitiram “localizar e acompanhar as operações de salvamento.”

Atendendo que navio mercante ‘Justice’ era “o meio mais perto do veleiro que se encontrava a afundar”, foi também empenhado na operação de resgate. A operação foi concluída cerca 15h13 locais de ontem, 22 de maio, com os três tripulantes, com idades compreendidas entre os 41 e os 61 anos, a serem recolhidos a bordo do ‘Justice’.

O navio mercante, com os três tripulantes do veleiro naufragado, que não necessitaram de cuidados médicos, rumou posteriormente para o porto de Avilês no norte de Espanha.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz