Marinha vigiou esquadra naval russa em trânsito por águas nacionais

Esquadra naval russa, composta por porta-aviões e cinco navios, em trânsito de Gibraltar para o Báltico, foi acompanhada durante o fim-de-semana, de 20 a 22 de janeiro, por quatro navios da Marinha, enquanto navegava em águas nacionais.

0
2
Partilhas
Marinha vigiou esquadra naval russa em trânsito por águas nacionais
Marinha vigiou esquadra naval russa em trânsito por águas nacionais. Foto: © Marinha

Uma força aeronaval russa composta por seis navios: o porta-aviões ‘Almirante Kuznetsov’, o cruzador ‘Pyotr Velikiy’, o contra-torpedeiro ‘Alexander Shabalin’, os reabastecedores ‘Lena’ e ‘Sergey Osipov’ e o rebocador ‘Nicolay Chiker’, proveniente do Mediterrâneo Oriental e da Síria, e em trânsito de Gibraltar para o Báltico, entrou nas águas nacionais às 19H00 de 20 de janeiro (sexta-feira), divulgou a Marinha.

A partir da entrada da esquadra russa na Zona Económica Exclusiva (ZEE) portuguesa, a Marinha acompanhou os vasos russos com duas lanchas de fiscalização baseadas no Algarve e com o navio patrulha oceânico ‘Figueira da Foz’.

Posteriormente, na costa ocidental a fragata ‘Bartolomeu Dias’ passou também acompanhar a frota russa até à saída da ZEE portuguesa, no limite Norte da fronteira.

A missão de vigilância da Marinha portuguesa terminou às 22H00 de 22 de janeiro (domingo), após os navios da esquadra russa terem saído das águas de jurisdição portuguesa, passando a ser seguidos e monitorizados por navios das marinhas aliadas, da NATO, indicou a Marinha.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz