MatosinhosHabit disponibiliza habitação para 11 mil pessoas

MatosinhosHabit já promoveu 4.321 habitações, distribuídas por 51 conjuntos habitacionais, tendo abrangido cerca de 11.000 residentes. Em curso está o plano de reabilitação do parque habitacional público, num investimento total de 16 milhões de euros.

0
MatosinhosHabit disponibiliza habitação para 11 mil pessoas
MatosinhosHabit disponibiliza habitação para 11 mil pessoas

Na conferência internacional “Dinâmicas e Desafios da Habitação” Tiago Maia, administrador da MatosinhosHabit e membro do Comité organizador da conferência, salientou que as novas políticas de habitação implementadas pelo município de Matosinhos têm o objetivo de proporcionar habitação digna para todos os matosinhenses.

A MatosinhosHabit indica em comunicado que está cada vez mais atenta ao futuro e que tem também em conta o quadro pandémico, e por isso “tem vindo a desenvolver medidas que façam face à crescente necessidade de respostas de habitação a preços ajustados à capacidade económico-financeira das famílias, assim como continuamos a trabalhar de maneira a reforçar e a corporizar a Estratégia Local da Habitação de Matosinhos, um instrumento decisivo para o futuro do município.”

Com um investimento estimado em 80 milhões de euros, o novo instrumento de política pública habitacional “vai de encontro aquilo que é a estratégia que pretendemos para todo o território do concelho e as suas especificidades, nomeadamente em termos de intervenção municipal no domínio da habitação, no espaço destinado à reabilitação, autopromoção, construção ou aquisição de habitação”, refere Tiago Maia.

O Administrador da MatosinhosHabit referiu que o Município de Matosinhos dispõe actualmente de uma cobertura amplificada de programas habitacionais para todas as classes sociais que enfrentam maiores vulnerabilidades no acesso à habitação, e acrescentou: “Matosinhos está hoje a concretizar um investimento ímpar na habitação, encontrando-se na linha da frente de um ambicioso plano de reabilitação do parque habitacional público, que conferirá mais e melhores habitações, num investimento total, nos últimos três anos, de 16 milhões de euros. Por outro lado, importa também referir que todo este trabalho só tem sido possível com o “braço armado” da MatosinhosHabit que tem produzido no cômputo da sua gestão atual 4.321 habitações, distribuídas por 51 conjuntos habitacionais o que corresponde a cerca de 11.000 residentes.”

Tiago Maia conclui que a visão do futuro na habitação ”será tanto maior quanto maior for a articulação entre os diferentes agentes, públicos e privados, sendo certo de que não resolveremos sozinhos aquela que é cada vez mais uma questão nacional. Não é difícil de prever, portanto, a importância que a política de habitação terá na definição das políticas públicas do futuro.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!