Militares portugueses na Lituânia recebem visita do Ministro da Defesa

Militares portugueses da Companhia de Fuzileiros sediada em Klaipedia e da Força Aérea na Base Aérea de Siauliai, na Lituânia, recebem visita do Ministro da Defesa Nacional, dia 29 e 30 de julho. Os militares estão destacados no quadro da OTAN.

0
Militares portugueses na Lituânia recebem visita do Ministro da Defesa
Militares portugueses na Lituânia recebem visita do Ministro da Defesa. Foto: Rosa Pinto

As Forças Nacionais Destacadas na Lituânia, que contribuem para o esforço da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) na promoção da segurança coletiva, recebem, hoje e amanhã, 29 e 30 de julho, a visita do Ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes.

Na Lituânia, no quadro das Medidas de Tranquilização (Assurance Measures), encontra-se pela primeira vez a participar uma Companhia de Fuzileiros com 140 militares portugueses. Os fuzileiros sediados na cidade costeira de Klaipedia recebem José Azeredo Lopes na tarde de domingo, 29 de julho.

No dia 30 de julho, o Ministro da Defesa está na Base Aérea de Siauliai, junto das duas Forças Nacionais Destacadas constituídas por militares da Força Aérea que estão encarregues de operações distintas mas complementares: o Baltic Air Policing (BAP) com quatro caças F-16, e as Assurance Measures com um avião P-3CUP+.

A participação de militares portugueses vêm ocorrendo já há vários anos:

Os militares da Força Aérea tem participado no policiamento dos céus do Báltico com vários destacamentos de F-16, nos anos de 2007, 2014, 2016 e 2018;

Os militares da Marinha com as Fragatas: o NRP “D. Francisco de Almeida” em 2015 e 2017 e o NRP “Álvares Cabral” em 2016. A marinha participou ainda com o Submarino “Tridente” em 2016.

O Exército enviou para esta região uma Companhia de Reconhecimento em 2015 e uma Bateria de Artilharia de Campanha em 2016.

Em comunicado o Ministério da Defesa Nacional indica que no dia 30 de julho, segunda-feira, Azeredo Lopes tem um encontro com seu homólogo lituano, Raimundas Karoblis. O encontro vai permitir que os dois governantes fazer “um balanço da relação bilateral”, trocar “impressões sobre o atual ambiente geoestratégico de segurança e defesa” e passar “em revista a agenda comum no âmbito da Aliança Atlântica, nomeadamente os contributos de Portugal na região do Báltico.”

Nesta deslocação à Lituânia, o Ministro da Defesa é acompanhado pelo Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Almirante António Silva Ribeiro, pelo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Manuel Rolo e pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante António Mendes Calado.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!