Militares portugueses no Iraque recebem visita do Ministro da Defesa

Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, visitou hoje, 26 de junho, os militares portugueses em missão no Iraque, integrados na operação ‘Inherent Resolve’ no quadro da Coligação multinacional anti-Daesh.

0
1
Partilhas
Ministro da Defesa Nacional visita militares portugueses no Iraque
Ministro da Defesa Nacional visita militares portugueses no Iraque. Foto: DR

Os militares portugueses que se encontram no campo de Besmayah, próximo de Bagdade, no Iraque, receberam a visita do Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, acompanhado pelo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Pina Monteiro, e pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte.

A Força Nacional Destacada no Iraque é constituída por 32 militares da Brigada de Intervenção, sendo que trinta destes militares encontram-se instalados na Base ‘Gran Capitán’, no campo de Besmayah, em missão na componente de treino e formação da operação. Dois oficiais desempenham função de ligação e encontram-se no ‘Comando das Forças Terrestres’ da coligação, em Bagdade, e na Combined Task Force, no Kuwait.

Ministro da Defesa Nacional visita militares portugueses no Iraque
Ministro da Defesa Nacional visita militares portugueses no Iraque. Foto: DR

Os militares portugueses têm estado envolvidos no treino das Forças Armadas Iraquianas “nas áreas de liderança, armamento, tiro e formação de formadores, com o objetivo de melhorar a capacidade do setor de segurança do país.”

O objetivo que envolve a Força Nacional Destacada é a capacitação das Forças Armadas do Iraque, “através do treino e da formação e da transmissão de táticas, técnicas e procedimentos” para que possam operar “de forma harmoniosa e unida com capacidade de sobrevivência em combate.”

Portugal participa desde maio de 2015 na Coligação multinacional anti-Daesh, criada em setembro de 2014, e que é atualmente constituída por 70 membros, incluindo a NATO, a União Europeia e a Interpol. A Coligação tem como objetivo “combater o Daesh no Iraque e na Síria, apoiar a estabilização e a restauração dos serviços públicos das áreas libertadas, fortalecer o Estado de Direito e o Setor de Segurança e combater o radicalismo islâmico do Daesh.”

A missão dos militares portugueses no Iraque tem a duração de um ano, prorrogável por 5 anos. Os militares são rendidos de seis em seis meses.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz