No Dia Mundial das Hepatites a SOS Hepatites vai ao Festival Ocean Spirit

“Fígado Gordo, Cirrose e Cancro do Fígado”, o tema eleito pela SOS Hepatites para assinalar, a 28 de julho, o Dia Mundial das Hepatites, no Festival Ocean Spirit na Praia de Santa Cruz, Torres Vedras. Uma oportunidade para esclarecer sobre doenças do fígado.

0
No Dia Mundial das Hepatites a SOS Hepatites vai ao Festival Ocean Spirit
No Dia Mundial das Hepatites a SOS Hepatites vai ao Festival Ocean Spirit

Para assinalar o Dia Mundial das Hepatites, dia 28 de julho, a SOS Hepatites vai ao Festival Ocean Spirit, na Praia de Santa Cruz, em Torres Vedras. Uma oportunidade para informar e sensibilizar a população sobre as doenças do fígado e também para encorajar na prevenção, no rastreio, no diagnóstico e no tratamento.

Com o tema “Fígado Gordo, Cirrose e Cancro do Fígado” a SOS Hepatites pretende, este ano, chamar a atenção para a prevenção destas três patologias do fígado “que são consideradas, pelos hepatologistas nacionais, problemas graves de saúde pública.”

Para além dos padrinhos da SOS Hepatites, Karen Gaidão, Rui Reininho e Zé Pedro, este ano conta também com uma embaixadora, a Helena Patrício (da “Casa dos Segredos”).

Fígado Gordo, cirrose e cancro

O fígado é o segundo maior órgão do corpo humano e tem a seu cargo inúmeras funções, principalmente na digestão e regulação da coagulação. Fígado gordo significa que existe acumulação de gordura nas células do fígado. Uma patologia que é muito frequente no nosso país, e afeta cerca de 15% da população adulta, ou seja, cerca de um milhão e duzentas mil pessoas.

Muitos dos doentes de fígado gordo, cerca de 300 mil, podem estar já numa fase mais adiantada da patologia, que pode progredir para cirrose hepática, uma doença que se caracteriza pela morte das células do fígado e pelo aparecimento de varizes. Esta é uma doença grave, pois o fígado fica com muitos nódulos e as suas diferentes funções ficam comprometidas.

Os dados das autoridades de saúde indicam que morrem anualmente, em Portugal, cerca de duas mil pessoas com cirrose hepática. Uma das preocupações é o rastreio atempado para, se for o caso, um tratamento atempado e adequado, caso contrário, a cirrose hepática pode evoluir para cancro do fígado.

A SOS Hepatites é uma associação não-governamental e sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo a divulgação e a consciencialização da população em geral e dos profissionais da área da saúde para o problema das Hepatites Virais, os seus riscos, formas de contágio, tratamento e prevenção.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!