“No sotão da minha avó” estreia no CCM com Joana Brito Silva

"No sotão da minha avó", da GrowUp Eventos, estreia no Centro Cultural Malaposta, em Lisboa, dia 3 de novembro, com adaptação de um tema de Luísa Sobral, e Joana Brito Silva com intérprete.

0
"No sotão da minha avó" estreia no CCM com Joana Brito Silva. Foto: DR

A GrowUp Eventos estreia “No sotão da minha avó“, com a adaptação de um tema de Luísa Sobral. O espetáculo aborda a relação entre avós e netos, levando o público a descobrir não só a diferença destas gerações mas também o tesouro que os avós nos deixam e deixaram a todos nós, netos.

SINOPSE

“No sótão da minha avó há coisas que não existem em mais lado nenhum.
No sótão da minha avó há histórias que não se contam em lado nenhum.
No sótão da minha avó ouvem-se canções que não se ouvem em lado nenhum.
No sótão da minha avó eu posso voltar a brincar como em mais lado nenhum.
No sótão da minha avó estou só eu sem estar só. Ela tem sempre muita coisa para me contar e mostrar.
Não há lado nenhum como o sótão da minha avó.
E tu? Já brincaste no sótão da tua avó?
Vem daí encontrar a aventura dentro de uma mala de viagem ou de uma caixa de cartão que há muito estava esquecida.
Vem comigo colorir este sótão e recuperar a magia dos objectos que ele esconde.”

FICHA TÉCNICA

Texto: Criação Coletiva
Encenação: João Pedro Santos
Interpretação: Joana Brito Silva
Cenografia: Mariana Fonseca
M/3
Duração: 50 minutos

EM CENA
No Centro Cultural da Malaposta (CCM), de 03 a 25 de novembro, aos sábados às 16h30 e domingos às 11h00

Joana Brito Silva é a intérprete

Joana Brito Silva nasceu em Lisboa, em 1994. Frequentou o curso de Teatro Musical da EDSAE e licenciou-se em Teatro-atores na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Passou também pela universidade DAMU, em Praga na República Checa, onde fez ERASMUS e pela Royal Central School of Speech and Drama, em Londres. Foi também na capital britânica que estagiou na Companhia Foreign Affairs.

Tem trabalhado em Teatro e Teatro Musical. Já apresentou algumas criações da sua autoria, em conjunto com outros criadores, por exemplo “Querido Monstro”, que esteve no FIMP 2016 e já em 2018 o espetáculo “ISHÁ- a mulher que…” no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço.

Recentemente, Joana foi o Principezinho na musical “ O Principezinho”, produzido pela Universal Music, encenado pelo Pedro Penim, no Teatro da Trindade. Neste mesmo teatro esteve em cena em 2013 com o espetáculo “Zorro”, uma encenação de Rui Melo.

Integrou ainda o elenco de vários espetáculos, dos quais destaca: “112- o jantar está mesmo quase”, de Mariana Fonseca, no Teatro da Comuna; “A Terra dos Sonhos” de Matilde Trocado e Artur Guimarães, no Teatro Tivoli; “Human Me”, de Dyian Zora, no Young Vic Theatre; “ Tornados”, de Alex Cassal, no Teatro Maria Matos e “ Alice e o País das Maravilhas no gelo”, de Nuno Markl, Mafalda Santos e Francisco Palma, encenado por João Guimarães.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!