Novo centro de vacinação COVID-19 em Macedo de Cavaleiros

No Pavilhão Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros está a funcionar o novo centro de vacinação COVID-19 do concelho. Com capacidade para vacinar até 500 pessoas por dia, está dotado dos meios técnicos e de segurança adequados à vacinação.

0
Novo centro de vacinação COVID-19 em Macedo de Cavaleiros
Novo centro de vacinação COVID-19 em Macedo de Cavaleiros. Foto: DR

Um novo Centro de Vacinação COVID-19 já está a funcionar em Macedo de Cavaleiros. O centro está dotado de seis postos de administração da vacina e tem capacidade para inocular até 500 pessoas por dia.

O Centro é uma parceria entre o Município e a Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, que dá mais um passo no combate à pandemia de COVID-19, numa altura em que os munícipes já podem proceder à marcação das suas próprias tomas de vacina.

O Centro de Vacinação está instalado no Pavilhão Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros, dadas as limitações que o centro de Saúde local oferecia para um grande número de administrações por dia.

Depois de já estarem cerca de mil pessoas vacinadas no concelho “entrámos numa fase de vacinação massiva que exigia um espaço digno, funcional e com capacidade de administração das vacinas com todas as condições de segurança”, explicou o presidente da autarquia, Benjamim Rodrigues.

O autarca acrescentou: “Estamos a falar de um espaço amplo, com arejamento suficiente, e garantindo a segurança e o distanciamento necessários”.

A diretora clínica dos Cuidados de Saúde Primários da ULS do Nordeste, Manuela Santos, explicou que “está a aumentar o ritmo de vacinação no concelho e, por isso, foi necessário encontrar um espaço com capacidade para vacinar, 300, 400 ou mesmo 500 pessoas por dia”.

Manuela Santos acrescentou: “A partir desta semana, ao fazer o auto-agendamento, as pessoas podem escolher o local onde pretendem ser vacinadas, seja ou não no seu concelho de residência”. Por isso é importante que o Centro de Vacinação de Macedo de Cavaleiros esteja preparado para “receber pessoas de outros concelhos ou até de outros distritos”.

Das vacinas que chegam a Macedo, cerca de 40% são destinadas a primeiras tomas, 40% para segundas doses e os restantes 20% ficam em reserva para dar resposta a qualquer aumento brusco da procura, explicou a diretora clínica.

Tem havido uma redução significativa do número de novos casos e casos ativos no concelho contado, verificando-se ontem, 26 de abril, apenas um caso ativo. “Os números, não só no concelho como em todo o País, são muito animadores e espero que daqui para três ou quatro meses seja possível dizer que temos toda a população imunizada”, referiu Benjamim Rodrigues.

O Centro de Vacinação está equipado com videovigilância, equipamentos de refrigeração das vacinas e vários meios redundantes de alerta em caso de quebra de energia. Dispõe também de uma equipa de emergência caso se verifique alguma reação adversa após a inoculação das vacinas.

Depois da vacinação dos professores e equipas dos serviços de apoio domiciliário, a imunização está agora a ser administrada à população em geral, de acordo com as regras estabelecidas pela task force para o programa de vacinação.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!