PAN/Lisboa denuncia “onda” de resíduos no rio Tejo

Deputados do Grupo Municipal do PAN denunciam haver falta de preservação do rio Tejo que leva à morte de espécies marinhas. Em requerimento à Câmara Municipal de Lisboa os deputados do PAN alertam e pedem intervenção na limpeza do Tejo.

0
PAN/Lisboa denuncia “onda” de resíduos no rio Tejo
PAN/Lisboa denuncia “onda” de resíduos no rio Tejo. Foto: DR

O Grupo Municipal do PAN envia requerimento à Câmara Municipal de Lisboa a pedir esclarecimentos sobre as grandes quantidades de resíduos que se encontram no areal junto ao Cais das Colunas, no Terreiro do Paço, e sobre a “preocupante ‘onda’ de resíduos que existe no rio”.

O PAN pretende saber a origem desta poluição e se foram identificadas situações semelhantes em outros locais da cidade, e que medidas a Câmara Municipal de Lisboa tencionar tomar para resolver a situação.

Os deputados do Grupo Municipal do PAN indicam em comunicado que “o rio Tejo tem, ao longo dos anos, sido alvo de inúmeros atentados ecológicos que colocaram, e colocam, em risco os ecossistemas e espécies que nele habitam e o seu equilíbrio.”

“A falta de preservação do Tejo resulta diretamente na morte de espécies marinhas, na diminuição da qualidade da água e, consequentemente, afeta a saúde das populações, sem esquecer o impacto nas atividades económicas que dele dependem” acrescentam os deputados do Grupo Municipal PAN.

O comunicado do PAN conclui que compete “à Câmara Municipal de Lisboa assegurar a sua preservação”, e que os deputados municipais do PAN defendem que a Câmara deve acionar “os mecanismos necessários e previstos para esse efeito”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!