Páscoa encheu Braga de visitantes

Celebrações da Semana Santa levaram a Braga milhares de visitantes. Hotéis, ruas, cafés e restaurantes foram ocupados sobretudo por portugueses e espanhóis. A procissão do Enterro do Senhor, na noite de Sexta-Feira Santa, encheu as ruas de gente em silêncio.

0
1
Partilhas
Braga na Semana Santa
Braga na Semana Santa. Foto: Rosa Pinto

Várias dezenas de milhares de pessoas (estimadas em mais de 60 mil) visitaram Braga durante o período da Páscoa. A grande enchente deu-se na sexta-feira, dia 14 de abril, mas também no sábado e durante a manhã de domingo. Os hotéis com uma ocupação a 100%, as ruas, sobretudo na cidade velha, apresentavam um mar de gente, as esplanadas dos cafés repletas e em alguns restaurantes aguardava-se por lugar. As línguas faladas balançavam entre o português e espanhol (sobretudo o galego), mas também o francês, italiano e o inglês.

Como já vem sendo hábito viam-se nas ruas equipas com dois polícias, um português e um espanhol. Uma situação que também já é conhecida dos visitantes espanhóis.

A Sé Primaz é o centro das celebrações da Semana Santa, onde se realizam os principais atos religiosos. São várias as Procissões que percorrem a cidade durante a Semana Santa, mas assume especial relevo, sendo “de todas a mais solene e comovente”, a Procissão do Enterro do Senhor, na noite de Sexta-Feira Santa. Nesta procissão os farricocos desfilam mas com as matracas silenciosas e as bandeiras e estandartes com tarja de luto, arrastam-se pelo chão.

A Procissão do Enterro do Senhor encheu as todas as ruas por onde passou, com milhares de pessoas em silêncio, apenas interrompido no final pela banda de música que fechava o cortejo.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz