Portugal envia mais mil armas para forças policiais de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe

Armas da Polícia de Segurança Pública cedidas às forças policiais congéneres de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. As mais de 1100 pistolas Walther são cedidas no âmbito da cooperação, na área da segurança interna, com os países africanos lusófonos.

0
Portugal envia mais mil armas para forças policiais de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe
Portugal envia mais mil armas para forças policiais de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Foto: DR

Portugal através do Ministério da Administração Interna (MAI) enviou, esta semana, mais de 1100 armas para as forças policiais de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. A cedência das armas oriundas da Polícia de Segurança Pública (PSP) portuguesa insere-se na política de cooperação de Portugal, na área da segurança interna, com os países africanos lusófonos.

A cedência de armamento consistiu em mais de 900 pistolas Walther, incluindo dois carregadores e uma vareta de limpeza, para a Polícia de São Tomé e Príncipe e 200 pistolas Walther do modelo para a Polícia cabo-verdiana. Foram também enviadas dezenas de milhares de munições de calibre 7.65mm para as forças de segurança dos dois países.

No total 40 volumes de carga foram transportados numa aeronave Hércules C-130 da Força Aérea, para Cabo Verde e para São Tomé e Príncipe.

O Ministério da Administração Interna indicou que esta de cedência de armamento, decorre do programa de modernização do material das Forças e Serviços de Segurança nacionais, e desta forma a PSP contribui para o reforço das capacidades das organizações policiais lusófonas congéneres.

Mas o MAI lembrou que a cooperação técnico-policial de Portugal com os países africanos lusófonos, além de apoiar o desenvolvimento de competências técnicas e operacionais das respetivas Forças e Serviços de Segurança, envolve também as vertentes da formação e assessoria.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!