Prémio BIAL de Medicina Clínica 2018 com candidaturas abertas até 31 de agosto

Prémio BIAL de Medicina Clínica tem candidaturas abertas até 31 de agosto de 2018. O prémio no valor de 100 mil euros é um dos mais conceituados na área da saúde.

0
Prémio BIAL de Medicina Clínica 2018 com candidaturas abertas até 31 de agosto
Prémio BIAL de Medicina Clínica 2018 com candidaturas abertas até 31 de agosto.

As candidaturas ao Prémio BIAL de Medicina Clínica 2018, um dos maiores e mais conceituados prémios na área da saúde, estão abertas até 31 de agosto. O prémio é orientado para a prática clínica.

O prémio promovido pela Fundação BIAL, que é constituída pelos Laboratórios BIAL e pelo Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, tem como objetivo “promover a investigação realizada no contexto dos hospitais, das Unidades e Centros de Saúde com um impacto direto na realidade diária destas instituições, dos seus profissionais e dos doentes.”

Ao Prémio BIAL de Medicina Clínica 2018 podem candidatar-se “autores de uma obra intelectual original, de índole médica, com tema livre e dirigida à prática clínica, que represente um trabalho com resultados de grande qualidade e relevância. Pelo menos um dos autores tem de ser médico nacional de um país de expressão oficial portuguesa.”

O júri da edição de 2018 é presidido pelo Prof. Sobrinho Simões e integra professores das faculdades e escolas de medicina de Portugal.

O Prémio, para além do valor monetário de 100 mil euros, “contempla também a publicação do trabalho vencedor, numa primeira edição exclusiva, para distribuição gratuita a profissionais de Saúde”.

Para além do prémio principal o “regulamento prevê ainda a possibilidade de atribuição de duas Menções Honrosas, no valor de 10 mil euros cada”. O regulamento e o formulário de candidatura estão disponíveis no website da Fundação Bial.

A última edição do Prémio BIAL de Medicina Clínica distinguiu a obra “Pé Di@bético – soluções para um grande problema” da médica Maria de Jesus Dantas, do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa. “Um trabalho que descreve um plano de tratamento da patologia nas suas variadas vertentes, que pode ser replicado nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!