Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos

Edição de 2019 do Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência, organizado pelo Museu Nacional de História Natural e Ciência, distingue quatro fotógrafos. O Museu apresenta em exposição, a partir de 12 de janeiro de 2020, as 33 melhores fotografias.

0
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos. Foto: © Armindo Ferreira vencedor na categoria Fotógrafo do Ano

O Museu Nacional de História Natural e Ciência (MUHNAC) da Universidade de Lisboa distingue quatro fotógrafos no 2º Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência e apresenta exposição com 33 fotografias selecionadas pelo júri do concurso.

Os vencedores por categoria são:

Armindo Ferreira, de 61 anos, residente em Fermentelos, é o vencedor na categoria Fotógrafo do Ano. Um prémio com o valor monetário de 1000 euros e que com o apoio da Fundação Vodafone Portugal e 350 euros em material fotográfico oferecido pelo Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c);

Luísa Fernandes, de 16 anos, é a vencedora na categoria Jovem. O prémio tem o valor monetário de 500 euros com o apoio da Fundação Vodafone Portugal. A vencedora é ainda contemplada com uma experiência familiar para a observação de cetáceos no Estuário do Rio Sado, oferecida pela Vertigem Azul;

Artur Alves, de 52 anos, de Alvor, é vencedor na categoria Biodiversidade;

João Pedro Costa, de 56 anos, de Portimão, recebe, pela segunda vez consecutiva, a distinção na categoria Geodiversidade.

O Museu Nacional de História Natural e Ciência indicou que nesta segunda edição do concurso foram recebidas 139 fotografias de 30 fotógrafos profissionais e amadores que foram avaliadas por um painel de júri composto por 14 jurados dedicados à fotografia de natureza, astrofotografia, e ao estudo da natureza e do património. Ainda como resultado do concurso o MUHNAC organiza uma exposição com as 33 fotografias selecionadas pelo júri. A exposição está patente ao público de 12 de janeiro a 1 de abril de 2020.

A iniciativa do MUHNAC tem como objetivo difundir a Natureza e a Ciência através de práticas de observação, conhecimento e registo usando a fotografia da natureza, da ciência e tecnologia. A iniciativa é organizada em parceria com o cE3c, o Grupo Lobo e as empresas WildLife Portugal e Vertigem Azul. A Fundação Vodafone Portugal e a marca Campari têm vindo a apoiar a iniciativa.

A partir de 3 de março de 2020, o MUHNAC indicou que é aberta a edição de 2020 do Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência.

Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos. Foto: © Luísa Fernandes, vencedora na categoria Jovem
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos. Foto: © Artur Alves, vencedor na categoria Biodiversidade
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos
Prémios de Fotografia em História Natural e Ciência distinguem quatro fotógrafos. Foto: © João Pedro Costa vencedor na categoria Geodiversidade
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!