Prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração entregues no Palácio Foz

Sala dos Espelhos do Palácio Foz é o cenário para a Cerimónia Pública de entrega de prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração que distingue o trabalho de profissionais da comunicação social em prol dos direitos humanos e das liberdades fundamentais.

0
Prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração entregues no Palácio Foz
Prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração entregues no Palácio Foz. Foto: Rosa Pinto

A entrega dos Prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração que reconhecem “o trabalho desenvolvido por profissionais da comunicação social, a nível nacional, em prol dos direitos humanos e das liberdades fundamentais” decorre hoje, 16 de novembro, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz, em Lisboa.

A cerimónia tem a presença da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, da Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, do Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Tiago Antunes, do Presidente da Comissão Nacional da UNESCO, José Filipe Moraes Cabral, e do Secretário-Geral da Presidência do Conselho de Ministros, David Xavier.

O júri dos prémios constituído, nesta décima-terceira edição, por Guilherme d’Oliveira Martins, Catarina Duff Burnay e José Pedro Castanheira que nomeou os seguintes trabalhos:

Na categoria de Imprensa Escrita:

Crianças sem documentos e com “a vida em suspenso”, de Joana Gorjão Henriques, publicada no Público;

Racismo à portuguesa, de Joana Gorjão Henriques, publicada no Público;

A vida normal dos Cottim, uma família com a voz nas mãos, de Mariana Correia Pinto e Manuel Roberto, publicada no Público;

Incêndios 2017, de João de Almeida Dias, publicada no Observador;

Os malmequeres – artistas especiais procuram mercado para acolher a sua criatividade, de Martine Rainho e Joaquim Dâmaso, publicada no Semanário Região de Leiria;

Ensaio sobre a solidão, de Paulo Barriga, publicada no Diário do Alentejo.

Na categoria de Rádio:

Tão longe, tão perto, de Cláudia Arsénio, difundida na TSF;

Jamaika também é Portugal, de Rita Colaço, difundida na Antena 1;

Guiné Bissau – Esta terra é nossa, Episódio 5: vencer na diferença, de Paula Borges e Paulo Cavaco, difundida na RDP África;

Um dia de cada vez, de Bárbara Baldaia, difundida na TSF.

Na categoria de Meios Audiovisuais:

Inimputáveis, de Ana Leal, emitida na TVI;

A minha vida é a tua, de Paula Martinho da Silva, emitida na RTP;

Arrependido, de Mafalda Gameiro, emitida na RTP;

Capitães da areia, de Miriam Alves, Marco Carrasqueira, João Lúcio, Carla Gonçalves e Rui Branquinho, emitida na SIC;

O mundo de Jó, de Sibila Lind, emitida no Público (multimédia).

Os Prémios de Jornalismo Direitos Humanos & Integração são uma iniciativa conjunta da Comissão Nacional da UNESCO e da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros, com edição anual.

O Prémio, num valor total de 10.000 euros, é atribuído ao melhor trabalho realizado, no ano anterior, por profissionais da comunicação social nas três modalidades: meios audiovisuais, rádio e imprensa escrita.

O Prémio de Imprensa Regional é atribuído ao melhor trabalho publicado ou difundido num órgão de comunicação social regional e local, independentemente da categoria em que se insere.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!