Projeto “Circum-navegando… do local ao global” com exposições pelo norte dentro

Exposições que têm na conceção o perfil, passado e presente dos alguns dos municípios do norte do país fazem parte do projeto "Circum-navegando… do local ao global". Uma iniciativa da DRCN e da Estrutura de Missão do V Centenário da Primeira Viagem de Circum-Navegação.

0
Projeto
Projeto "Circum-navegando… do local ao global" com exposições pelo norte dentro

O projeto “Circum-navegando… do local ao global” desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) e pela Estrutura de Missão do V Centenário da Primeira Viagem de Circum-Navegação vai levar ao norte do país várias atividades.

A exposição polinucleada, composta por diferentes exposições individuais, articuladas pelo mesmo conceito e concebidas em termos de complementaridade e interconexão das localidades que as acolhem, uma das atividades mais relevantes.

A conceção da exposição teve em consideração o que se conhece do perfil, passado e presente, dos municípios envolvidos; perfil económico; políticas públicas de memória coletiva e gestão de património, procurando criar uma articulação complementar frutuosa entre todos os envolvidos.

O projeto integra várias atividades, sendo de destacar a exposição polinucleada, composta por diferentes exposições individuais, articuladas pelo mesmo conceito e concebidas em termos de complementaridade e interconexão das localidades que as acolhem. Para isso, a conceção da exposição teve em consideração o que se conhece do perfil, passado e presente, dos vários municípios envolvidos, como o perfil económico, as políticas públicas de memória coletiva e a gestão de património.

Comissariado pelos Professores Amélia Polónia e Amândio Barros, no projeto colabora ainda a Estrutura de Missão do V Centenário da Primeira Viagem de Circum-Navegação, e faz parte do Programa Oficial de Comemorações, com o apoio dos municípios de Caminha, Espinho, Esposende, Matosinhos, Ponte da Barca, Porto, Póvoa de Varzim, Sabrosa, Viana do Castelo, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.

No dia 10 julho, vão ser inauguradas as exposições em Vila Nova de Gaia, Matosinhos e Póvoa de Varzim, em outros locais vão ser abertas exposições até agosto.

Locais e exposições

Caminha: “Fronteiras de água. Articulações peninsulares. O contrabando como espaço de comunicação transfronteiriça e transimperial”.

Viana do Castelo: “Cruzar o Oceano. Articular continentes. Modelos de arquitetura e urbanismo em circulação”.

Esposende: “Patrimónios emersos e submersos. Do Local ao Global”.

Póvoa de Varzim: “Navegar o Oceano. Comunidades marítimas supranacionais. Memórias, identidades e representações”.

Vila do Conde: “Transferir saberes através dos Oceanos: a construção naval”.

Vila Nova de Gaia: “Sacralizar experiências. Diáspora, práticas e sociabilidades religiosas”.

Matosinhos: “As economias do mar. A indústria conserveira”.

Ponte da Barca: “Fernão de Magalhães e Sebastian del Cano: Navegando diferentes Oceanos”.

Sabrosa: “Redes de cooperação a uma escala global. As redes magalhânicas”.

A iniciativa “Circum-navegando… do local ao global” também contempla a publicação de um catálogo coletivo e um website dedicado ao projeto que a DRCN indica virem a ser lançados futuramente.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!