Rede Tramontana III de que faz parte Portugal vence Prémio Europa Nostra 2020

Projeto Rede Tramontana III de que faz parte Portugal, Espanha, França, Itália e Polónia vence Grande Prémio Europa Nostra 2020. A Basílica de Santa Maria di Collemaggio, L'Aquila, em Itália, e a grande exposição Auschwitz são outros vencedores.

0
Rede Tramontana III de que faz parte Portugal vence Prémio Europa Nostra 2020
Rede Tramontana III de que faz parte Portugal vence Prémio Europa Nostra 2020. Foto: © Centro Studi Sociolingua / LEM-Italia, Réseau Tramontana

Os vencedores dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2020 foram homenageados esta tarde, que devido às medidas de proteção contra a COVID-19, foi numa Cerimónia Europeia do Património Cultural realizada inteiramente online, e que contou com a participação de Mariya Gabriel, Comissária Europeia para Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, e Hermann Parzinger, Presidente Executivo da Europa Nostra.

Os vencedores do Grande Prémio e o vencedor do Prémio Escolha do Público deste ano foram selecionados entre os 21 premiados oriundos de 15 países europeus, e são:

1.O projeto Rede Tramontana III que envolve Portugal, França, Itália, Polónia e Espanha, dedicado à investigação do património material e imaterial das regiões montanhosas da Europa;

2.A reabilitação exemplar da Basilica de Santa Maria di Collemaggio, L’Aquila (Itália), fortemente danificada pelo devastador terramoto de 2009;

3.A grande exposição Auschwitz. Não há muito tempo. Não muito longe (Polónia / Espanha), que assinala o 75º aniversário da libertação do maior campo de concentração nazi.

Os vencedores do Grande Prémio, escolhidos por um júri de peritos vão receber cada um 10.000 euros.

Direção da Europa Nostra referiu: “As comunidades rurais montanhosas em toda a Europa têm um património cultural – tangível e intangível – extremamente rico e diversificado. A natureza transfronteiriça e cooperativa do projeto Rede Tramontana III é um forte exemplo da importância da pesquisa como motor para equipar essas comunidades com as ferramentas necessárias para preservar e celebrar o seu património”.

Para Luís Costa, Coordenador da Binaural Nodar, parceiro do projeto, “o Prémio ajudou-nos a perceber que as pequenas organizações que se dedicam ao património cultural rural e que trabalham em colaboração à escala europeia podem produzir resultados relevantes e de elevado impacto. O Prémio é também uma homenagem às comunidades rurais europeias e às suas memórias, mostrando que os países europeus ainda têm uma ligação material e simbólica profunda com os seus territórios rurais. Por último, o Prémio dá visibilidade à importância do arquivo digital como ferramenta para desenvolver um conhecimento profundo sobre o tecido social da Europa.”

O Prémio Escolha do Público foi para o projeto de educação, treino e sensibilização Ambulância para os Monumentos, na Roménia, que salvou centenas de edifícios classificados do país através de uma rede de organizações ativas na área do património. Este projeto recebeu o maior número de votos, através de uma votação online com a participação de mais de 12.000 cidadãos de toda a Europa.

“Os vencedores de 2020 dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra representam o que a Europa defende: criatividade, resiliência, inovação, solidariedade, talento e dedicação. Isso deixa-me orgulhosa – como Comissária Europeia e como cidadã Europeia. Agradeço sinceramente a cada um deles por demonstrar, uma vez mais, que o património cultural partilhado da Europa não faz só parte do nosso passado, mas é também um valioso recurso para enfrentar os desafios do presente e garantir um futuro melhor para todos. Com o seu trabalho, os vencedores do Prémio ilustram o imenso potencial do património cultural para a recuperação socioeconómica da Europa após a pandemia”, disse Mariya Gabriel, Comissária Europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude.

“Homenagear os laureados deste ano dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra com uma cerimónia totalmente digital foi uma experiência excecional e enriquecedora. Provou que a excelência, o compromisso e a perseverança não conhecem limites no mundo do património. É exatamente isso que os 21 premiados representam. São histórias de excecionais habilidades e trabalho em equipa, dedicação incansável e ação ousada” afirmou Hermann Parzinger, Presidente Executivo da Europa Nostra.

Hermann Parzinger acrescentou: “Em nome da Europa Nostra, dou as boas-vindas a todos eles à nossa rede pan-europeia de Excelência do Património, que reúne as iniciativas patrimoniais mais cativantes e notáveis de todo o continente. Nestes tempos difíceis, desejo que estes heróis do património possam inspirar muitos outros, na Europa e mais além, através do poder do seu exemplo”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!