Sábado de música em Matosinhos

Rodrigo Leão no Constantino Nery e Quarteto de Cordas na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos. Música e muito mais, com Rodrigo Leão a comemorar 25 anos de carreira a solo e o Quarteto de Cordas de Matosinhos a homenagear Guilherme Pinto.

0
Sábado de música em Matosinhos, Quarteto de Cordas de Matosinhos
Sábado de música em Matosinhos, Quarteto de Cordas de Matosinhos. Foto: DR

No sábado, 21 de abril, às 22h00, Rodrigo Leão traz “Os Portugueses” ao Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery, e comemora os 25 anos de uma carreira excecional a solo. O Quarteto de Cordas de Matosinhos, com convidados especiais, vai às 21h30, na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos, assinalar a data em que o ex-presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto, completaria 59 anos de idade.

Rodrigo Leão no Constantino Nery às 22h00

Rodrigo Leão, vinte e cinco anos depois do lançamento de “Ave Mundi Luminar”, tem uma das mais notáveis carreiras musicais portuguesas, marcada por álbuns como “Cinema” ou “Alma Mater”, e por colaborações com nomes como os de Adriana Calcanhoto, Beth Gibbons ou Ryuichi Sakamoto.

O concerto “Os Portugueses”, no Constantino Nery, inclui uma seleção de composições de Rodrigo Leão cantadas em português e que têm sido “alguns dos temas mais amados, a par de clássicos instrumentais que sublinham a indefinível portugalidade da sua inspiração melódica.”

“Os Portugueses”, que em junho será também nome e música de um CD/DVD, que irá incluir os temas instrumentais de Rodrigo Leão para a série televisiva “Portugal, um Retrato Social”, de Joana Pontes e António Barreto.

No Constantino Nery a música de Rodrigo Leão será acompanhada, em palco, com projeções de imagens da série televisiva, para além de uma cantora, um naipe de cordas e um multi-instrumentista que permitirá reproduzir os múltiplos ambientes sonoros das gravações originais.

Rodrigo Leão foi também fundador dos Madredeus e dos Sétima Legião, e autor das bandas-sonoras de filmes como “O Mordomo”, de Lee Daniels, e “Paris, je t’aime”, mas outros temas do autor têm vindo a integrar a trilha musical de grandes produções cinematográficas.

Sábado de música em Matosinhos, Rodrigo Leão
Sábado de música em Matosinhos, Rodrigo Leão. Foto: DR

Quarteto de Cordas na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos às 21h30

O Quarteto de Cordas de Matosinhos vai, no seu recital na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos, elevar no ambiente de grande sonoridade o “Octeto em Fá maior, D. 803”, que Schubert compôs em 1824, por encomenda do conde Fernidand Troyer, um nobre e clarinetista amador austríaco.

A obra de Schubert é incontornável do panorama da música de câmara europeia, e nesta interpretação do Quarteto de Cordas de Matosinhos, terá o contrabaixo de António Augusto Aguiar, o clarinete de Nuno Pinto, a trompa de Nuno Vaz e o fagote de Pedro Silva.

O recital, na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos, com entrada livre, vai lembrar, também, Guilherme Pinto, grande impulsionador da criação do Quarteto de Cordas, fundado em 2007. Um agrupamento composto por Vítor Vieira, Juan Maggiorani, Jorge Alves e Marco Pereira e que têm vindo a assumir-se como uma referência da música erudita nacional, com a conquista, em 2014, do Prémio Rising Stars da Organização Europeia de Salas de Concertos.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!