Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disponibiliza teleconsultas

Pacientes podem agora agendar consultas e receber atendimento médico remoto através de uma solução de teleconsulta móvel. O sistema que assenta na IBM Public Cloud foi desenvolvido pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e equipas da IBM.

0
Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disponibiliza teleconsultas
Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disponibiliza teleconsultas. Foto: © Rosa Pinto

A IBM e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) anunciam projeto conjunto de desenvolvimento de uma solução de teleconsulta na IBM Public Cloud. A solução foi desenhada para ajudar a população a priorizar a sua saúde durante a pandemia da COVID-19.

As equipas de IBM Garage e de IBM Services apoiaram a SCML no desenvolvimento de uma plataforma que corre na IBM Public Cloud e que permite aos pacientes agendar e aceder a serviços de teleconsulta e de atendimento médico remoto diretamente dos seus telemóveis.

A plataforma para além de auxiliar os pacientes com a marcação de exames médicos regulares, também reduz a necessidade dos pacientes se deslocarem a um consultório médico, centro de saúde ou hospital. Neste caso contribuindo para que os pacientes reduzam a exposição à COVID-19 quando necessitam de atendimento médico.

A plataforma oferece uma comunicação fácil do utente com os prestadores de serviços médicos e de psicologia, no sentido de obterem a assistência necessária de forma rápida e segura. Após a solicitação da consulta médica, o paciente recebe uma notificação por e-mail ou SMS com a informação da data e hora e o link de acesso. Depois, apenas tem de clicar nesse link para iniciar a teleconsulta. Até agora, pacientes da SCML já utilizaram a plataforma no agendamento de cerca de 300 consultas médicas.

Os prestadores de serviços médicos podem iniciar as teleconsultas através de uma chamada telefónica, videochamada ou chat. Os dados e conteúdos são visíveis apenas para os participantes na consulta e por isso aos pacientes é garantido que os dados são partilhados num ambiente gerido com a máxima segurança. Uma vez iniciada a videochamada, esta será mantida apenas entre o médico e o paciente. Nenhum outro prestador de serviços ou entidade são envolvidos.

A IBM Public Cloud garante ser a cloud mais segura e aberta do setor, disponibilizando a tecnologia de encriptação de última geração, e a única comercialmente disponível para a cloud, – a “Keep Your Own Key.” Esta dá às empresas a capacidade de manter o controlo das suas próprias chaves de encriptação – e os módulos de segurança de hardware que as protegem –, de modo a que os clientes sejam os únicos a controlar o acesso aos seus dados. Para organizações que operam em setores regulamentados, como é o caso da SCML, esta necessidade de proteger os dados dos utentes é crítica.

Com o apoio de um grupo de colaboradores de IBM Garage e de IBM Services, a SCML foi capaz de desenvolver uma solução de teleconsulta especificamente adaptada às suas necessidades.

O projeto é um exemplo do compromisso assumido pela IBM em ajudar as organizações de todo o mundo a aproveitar a capacidade dos seus serviços e aplicações como forma de manterem a produtividade em ambientes de trabalho remoto durante a COVID, bem como a emergirem mais fortes desta pandemia. Neste projeto a SCML teve a oportunidade de aceder aos serviços de Cloud da IBM durante três meses sem custos associados.

Uma vez que a maioria dos potenciais utentes da SCML irá aceder à plataforma a partir de um smartphone, a primeira adaptação foi passar de uma solução de teleconsulta “computer based” que necessitava de um endereço de e-mail para validação de ID, para uma solução alternativa que pudesse ser usada num telemóvel, por SMS, chamadas de áudio e /ou videochamadas.

A plataforma corre na Cloud Pública da IBM, e beneficia de várias funcionalidades, sendo escalável de acordo com a procura. À solução foram adicionados serviços críticos fundamentais que permitem a monitorização, registo de acesso e autenticação do utilizador.

A assume ainda mais relevância, numa fase em que os métodos tradicionais têm que ser adaptados à medida que o mundo luta contra a COVID-19. Portugal tem vindo a ser confrontado com um aumento de novos casos confirmados por dia, o que vem reforçar a importância das teleconsultas.

O Diretor de Estudos e Planeamento Estratégico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Francisco Pessoa e Costa, referiu: “Esperamos que este projeto tenha grande impacto na prestação de serviços de saúde durante o período da pandemia, principalmente entre os mais idosos e a população mais vulnerável e/ou desfavorecida”.

Francisco Pessoa e Costa, acrescentou, citado em comunicado, que “no meio da situação pandémica que vivemos e de toda a instabilidade e incerteza de que a mesma se reveste, estamos a tentar fazer o melhor que podemos para proteger aqueles que precisam de nós. Toda a equipa da SCML está muito orgulhosa e profundamente envolvida e comprometida com o sucesso deste projeto e com a expansão do uso desta solução entre os nossos utentes”.

“Desafios como reinventar as operações de negócio tradicionais durante a pandemia da COVID-19, dão-nos uma oportunidade de utilizar a tecnologia Cloud para fazer a diferença onde é mais necessário e relevante,” referiu Gonçalo Costa Andrade, Manager de Entreprise Sales, IBM Portugal, citado em comunicado.

Gonçalo Costa Andrade concluiu: “Esta plataforma que construímos com a SCML permitirá que os seus utentes possam aceder de forma segura e conveniente a serviços médicos, de nutrição e psicológicos fundamentais.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!