Segurança e gestão de dispositivos móveis e de IoT no ‘Mobile World Congress 2017’

Empresa Sophos, especializada em segurança informática, apresentou em Barcelona no ‘Mobile World Congress 2017’, o ‘Sophos Mobile 7’, que é a sua mais recente solução de segurança e controlo para dispositivos móveis, laptops e dispositivos em projetos de IoT.

0
1
Partilhas
Segurança de redes e dispositivos
Segurança de redes e dispositivos. Foto: Rosa Pinto

A segurança de redes e dispositivos eletrónicos está constantemente a ser colocada em causa, quer pela evolução dos recursos, como pela especialização dos ataques. As empresas e as entidades individuais necessitam cada vez mais de meios que lhe permitam proteger os dados e as infraestruturas.

A empresa Sophos, que se dedica à segurança de redes e de endpoints, anunciou uma recente versão do seu sistema de segurança o ‘Sophos Mobile 7’. A nova versão estende o suporte de compartimentação para o ‘Android Enterprise’, anteriormente designado ‘Android for Work’, permitindo aos administradores de Tecnologias de Informação (TI) a gestão dos dispositivos conectados à rede da Internet das Coisas (IoT, do inglês Internet of Things). A nova versão “reforça as funcionalidades de segurança e vai estar disponível através da plataforma de gestão baseada na ‘cloud Sophos Central’.”

O ‘Sophos Mobile 7’ inclui-se melhorias de segurança como a tecnologia anti-phishing, para proteger os utilizadores de links maliciosos nas mensagens de email e nos documentos, e desenvolvimento na app de segurança e anti-malware para Android da Sophos.

De entre as várias melhorias introduzidas no software, o construtor destaca a forma de utilização do Secure Workspace e Secure Email, na app. “Os utilizadores podem abrir, ver e até editar documentos com formatos Office encriptados e seguros, assim como anexos, sem abandonarem o container seguro e encriptado.”

O Sophos Mobile 7 é o mais recente produto da empresa de entre uma lista de produtos que disponbiliza através da plataforma de gestão Sophos Central, como seja, “a XG Firewall, o Sophos Endpoint Security, o Sophos Intercept X, o Sophos Email Security, o Sophos Server Protection, o Sophos Encryption e o Sophos Phish Threat.

Para Dan Schiappa, diretor-geral e vice-presidente dos grupos Sophos Endpoint e Network Security, “um dispositivo móvel é apenas mais um terminal que as empresas têm de gerir dentro de uma abrangente estratégia de segurança, devido à falta de integração com a tradicional proteção de endpoints.”

“A possibilidade de gestão de dispositivos IoT vai permitir que as empresas compreendam o valor dos projetos IoT, e ajudar a reduzir os recursos adicionais requeridos para gerir e proteger com eficácia esses equipamentos”, referiu o responsável da Sophos.

Com os avanços da IoT as empresas apresentam-se nos seus projetos confrontadas com a segurança, neste sentido, a Sophos considera que “a nova funcionalidade de IoT vai facultar funcionalidades de gestão básicas às organizações, que estão a conceber e a implementar soluções em escala usando dispositivos low-cost com Android Things ou Windows 10 IoT.”

Entre as funcionalidades implementadas no ‘Sophos Mobile 7’ estão incluídas “tarefas de gestão como a aplicação de políticas, a verificação online do estado do dispositivo, a monitorização dos níveis de bateria e a confirmação ou atualização de firmware.”

A Sophos é uma das primeiras empresas de software de segurança a apresentar soluções de gestão e segurança a projetos IoT ao oferecer “uma infraestrutura de comunicação e gestão que pode ser implementada em soluções industriais ou comerciais de IoT, como sejam, os POS no retalho ou as salas de aula conectadas.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz