Sete novas ideias que podem ser negócios de sucesso

Guarda-chuva inquebrável e seco, ONG para educação, chef ao domicílio, snack individual e portável, saco de boxe que apoio atletas, e ingredientes com elevada qualidade nutritiva, são ideias que partem da UMinho para o mundo do negócio.

0
11
Partilhas
Equipa no IdeaLab, na Universidade do Minho
Equipa no IdeaLab, na Universidade do Minho. Foto: DR

Sete novas ideias de negócio em avaliação, na 17ª edição do IdeaLab, Laboratório de Ideias de Negócio, por um júri que inclui representantes da Critical Materials, Portugal Ventures, Stratia Investimentos e Associação Industrial do Minho.

No espaço B-Lounge da Biblioteca do campus de Azurém, da Universidade do Minho (UMinho), em Guimarães, no dia 19 de julho, sete projetos inovadores podem ter dado mais um passo em frente na transformação em negócio. A valorização do conhecimento é a abordagem a ter na perspetiva do pró-reitor da UMinho, Fernando Alexandre.

A equipa ‘AdveryWhere’ apresenta o projeto de uma tecnologia inteligente de difusão publicitária, a ‘Ardósia Umbrellas’ apresenta guarda-chuvas inquebráveis e secos, a ‘Gen Mundus’ apresenta o projeto de uma organização não-governamental para a educação e ajuda humanitária de emergência, a ‘Madame Banana’ coloca em avaliação um serviço de chef ao domicílio, a ‘Nude’ apresenta uma garrafa que transporta líquido e snacks individuais, a ‘SportyBioSense’, um sistema de sensorização do saco de boxe e a ‘VB Food Solutions’ coloca o desafio em novos ingredientes extremamente nutritivos para a indústria alimentar.

As equipas de empreendedores desenvolveram as suas ideias e competências e elaboraram um pré-plano de negócios, de forma a preparar o lançamento de uma empresa. O projeto foi desenvolvido pelas equipas durante cinco meses, apoiadas por consultores. As equipas constituídas por alunos, docentes, investigadores e diplomados de qualquer área do conhecimento e possuem de um a cinco elementos. Nestas sete ideias de negócio estão envolvidos conhecimentos de áreas como a comunicação, desporto, desenvolvimento sustentável, engenharia de materiais, eletrónica, gastronomia e turismo.

De acordo com a UMinho, o IdeaLab organizado pelo TecMinho, a interface da UMinho, “é pioneiro nas universidades portuguesas, tendo desde 2009 apoiado cerca de 250 ideias de negócio de 550 empreendedores ligados essencialmente à UMinho”.

A UMinho revela ainda que da “iniciativa saíram mais de 40 empresas, estando a maioria delas afirmada no mercado, como a Earbox, Geojustiça, Bag4Days e Cerveja Artesanal Letra. O IdeaLab é cofinanciado pelo Norte 2020 pelo projeto Restartup.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz