Sílvia Belo Câmara é a nova Diretora-Geral das Artes

Ministro da Cultura nomeou Sílvia Belo Câmara para Diretora-Geral das Artes, em regime de substituição, a partir de 14 de maio.

0
Palácio Nacional da Ajuda
Palácio Nacional da Ajuda, Ministério da Cultura

O Ministro da Cultura nomeou para Diretora-Geral das Artes, em regime de substituição, Sílvia Belo Câmara, com inicio de funções a partir de 14 de maio. Em nota o Ministério da Cultura indicou que irá solicitar à CReSAP a abertura de um concurso para provimento do respetivo cargo.

Sílvia Belo Câmara, natural e residente em Lisboa, onde nasceu a 15 de dezembro de 1970, é licenciada em Relações Públicas e Publicidade pelo Instituto Superior de Novas Profissões, tendo-se frequentado formação pós-graduada na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em Ciências Políticas e Internacionais e concluindo a parte curricular do Mestrado em Teoria e Ciência Política no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa.

Com mestrado em História da Arte, na especialização em História de Arte Contemporânea, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, em 2009.

A partir de 2009 coordenou todas as áreas de atuação da Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa, no contexto do trabalho que concretizou no Departamento de Património Cultural, no qual desenvolveu antes, atividades no domínio da investigação, da inventariação, da comunicação, da produção de eventos, da publicação, da conservação e restauro.

Previamente e também no contexto do Município de Lisboa, desempenhou funções na Divisão de Património Cultural, bem como na Divisão de Relações Públicas e Protocolo. E desde 2016 tem sido assessora no Gabinete do Secretário de Estado da Cultura

Do curriculum consta a publicação de artigos em revistas científicas e participou como palestrante, em diversos seminários e conferências, a nível nacional e internacional.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!