Supercross Poutena 2018 coloca na frente Hugo Basaúla

Hugo Basaúla afirmou-se em Poutena com uma vitória que o colocou na frente do Campeonato Nacional de Supercross. Fafe é o próximo desafio.

0
Supercross Poutena 2018 coloca na frente Hugo Basaúla
Supercross Poutena 2018 coloca na frente Hugo Basaúla. Foto: DR

Hugo Basaúla mostrou do que é capaz em Poutena numa noite em que não só lhe deu a vitória na prova como o colocou em primeiro lugar no Campeonato Nacional de Supercross.

Poutena é uma das mais conhecidas e com mais tradição e história do Supercross em Portugal, e no dia 4 de agosto recebeu pela 39ª vez uma prova elegível para o Campeonato Nacional de Supercross.

Na prova verificou-se a ausência de Paulo Alberto, que venceu a ronda de arranque, mas devido a uma coincidência de calendário, dado estar em mais uma etapa do campeonato brasileiro. No entanto houve competitividade e a liderança do campeonato foi discutida entre os pilotos.

O pelotão em Poutena foi reforçado com o britânico Adam Chatfield, que já em 2017 participou na prova realizada em Fafe. Um piloto que que trás sempre rapidez para poder discutir o protagonismo em qualquer prova, como ficou claro logo nas voltas rápidas (Red Bull Flying Laps) quando ficou a pouco mais de sete décimas de Hugo Basaúla. A volta mais rápida realizada no Crossódromo do Areeiro – Nelson Alves.

Vindo de uma vitória na semana anterior numa das provas do campeonato espanhol de Supercross, o campeão nacional dominou por completo a noite no Crossódromo do Areeiro – Nelson Alves em Poutena vencendo desde as Flying Laps até ao fecho da jornada onde liderou todas as voltas de ambas as corridas para garantir a pontuação máxima e a subida ao topo da classificação do campeonato.

A vitória de Hugo Basaúla confirma a sua candidatura a vencer o campeonato antes das derradeiras duas rondas do ano, chegando a Fafe com 12 pontos de vantagem sobre Diogo Graça e 22 para Renato Silva.

Diogo Graça esteve em excelente forma no rumo à vitória na primeira corrida SX2 e depois de ter estado igualmente em Espanha para vencer em SX2. Vitorioso na primeira ronda perdeu no entanto o degrau intermédio de pódio na derradeira volta da primeira final depois da corrente de transmissão da moto ceder impedindo-o de vencer na classe. Um momento aproveitado por Adam Chatfield, que lhe permitiu recuperar do sexto posto na primeira das 16 voltas e levar também para o pódio Ricardo Freire, o melhor em SX2 na frente de André Sérgio e Diogo Graça.

Na segunda corrida Renato Silva foi o primeiro que se seguiu a Hugo Basaúla, mas veio a perder na quarta volta para Adam Chatfield. Na frente Hugo Basaúla manteve um ritmo para assegurar a vitória, Adam Chatfield estava em segundo e Diogo Graça subiu ao terceiro lugar na sexta volta o que o colocou de novo no pódio, agora na frente de Ricardo Freire – “que somou os pontos necessários para se tornar no 19º piloto a vencer a classe SX2 sob a égide da Federação de Motociclismo de Portugal – e Renato Silva.”

A noite em Poutena foi uma grande noite de Supercross, com muito público a assistir e a ver Fábio Costa e Rúben Ferreira dividirem as vitórias nos Iniciados – com Fábio Costa a não pontuar na segunda manga e Rúben Ferreira a vencer a geral – Sandro Lobo venceu de novo ambas as mangas em Infantis B para manter a invencibilidade na classe e Leonardo Gaio e Duarte Pinto foram os melhores em Infantis A, subindo Pinto ao degrau mais alto do pódio.

Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross
Campeonato Nacional de Supercross

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!