Testes rápidos à COVID-19 ao domicílio no Porto

BioJam arranca no Porto com serviço de testes rápidos de antigénio COVID-19 ao domicílio. Trata-se de um diagnóstico rápido para a fase inicial da infeção. São realizados por um profissional de saúde e apresentam resultados em apenas 15 minutos.

0
Testes rápidos à COVID-19 ao domicílio no Porto
Testes rápidos à COVID-19 ao domicílio no Porto. Foto: DR

A partir de hoje, 11 de novembro de 2020, já é possível realizar testes rápidos de antigénio COVID-19 sem sair da própria casa, indicou a farmacêutica BioJam. Todo o serviço de testagem ao domicílio é assegurado pela equipa médica da OPFC – Oporto Pain Free Clinic que, mediante marcação, se encontra a realizar os testes rápidos de antigénio da BioJam em toda a região metropolitana do Porto.

Numa primeira fase, o serviço pode requisitar este serviço pessoas de grupo de risco, ou seja, que apresentem sintomas após contactos de risco comprovado, maiores de 65 anos, pessoas em isolamento profilático, pessoas com necessidades especiais e profissionais de saúde.

Carlos Monteiro, CEO e Fundador da BioJam Holding Group referiu: “Não deixam de ser inquietantes os números que apontam para mais de 7500 novos casos de COVID-19 num só dia e como tal são muitas as pessoas que têm procurado realizar os testes rápidos de antigénio da BioJam. Foi a pensar nesta crescente procura de soluções rápidas de diagnóstico, sobretudo por parte de pessoas inseridas em grupos de riscos acrescidos, que a BioJam, através da OPFC, lançou o serviço de testagem ao domicílio”.

“A possibilidade de as pessoas se submeterem a testagem, mesmo sem indicação de uma autoridade como seja o delegado de saúde, acaba por ser uma boa ferramenta de controlo de cadeias de infeção que muitas vezes se desenvolvem nos convívios familiares, os quais, segundo a DGS, estão na origem de 67% dos novos casos de COVID-19 em Portugal”, acrescentou o responsável da BioJam.

Os testes rápidos de antigénio da BioJam, referenciados pela DGS, constituem “uma ferramenta fiável e acessível para detetar focos de infeção em grande escala reduzindo, assim, a propagação da doença através da quebra de cadeias de infeção”.

Norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) possibilita, a partir de 9 de novembro de 2020, a utilização dos testes rápidos de antigénio COVID-19, que permitem detetar, desde as primeiras 24 horas de contágio, possíveis casos positivos.

Trata-se de um diagnóstico rápido para a fase inicial da infeção. O teste apresenta resultados em apenas 15 minutos, e são realizados por um profissional de saúde, no próprio domicílio daqueles que constituem grupos de risco acrescido.

A farmacêutica BioJam indicou que o serviço de testagem ao domicílio está disponível mediante agendamento na plataforma criada para o efeito em www.opfc.pt/marcacoes, ou através do telefone 220 939 757 e email: geral@opfc.pt.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!