Testes rápidos de antigénio para todas as escolas e creches

Testes rápidos de antigénio vão ser usados para testagem em todas creches e todos os estabelecimentos de educação e ensino. A testagem é complementar a todas as outras medidas para a segurança das atividade letivas presenciais.

0
Testes rápidos de antigénio para todas as escolas e creches
Testes rápidos de antigénio para todas as escolas e creches. Foto: © Rosa Pinto

Como destaca a Direção-Geral da Saúde (DGS), a utilização de testes rápidos de antigénio periódicos, na atual situação epidemiológica, “constitui uma medida adicional às medidas de prevenção da infeção, como o distanciamento, o uso de máscara, a ventilação dos espaços ou as medidas de higiene e etiqueta respiratória, visando uma retoma mais segura das atividades educativas e letivas presenciais”.

Vai ser dado início ao programa de rastreios para SARS-COV-2 em todas as creches e estabelecimentos de educação e ensino. O rastreio periódico vai utilizar testes rápidos de antigénio.

O rastreio na atual situação epidemiológica, como refere a Direção-Geral da Saúde (DGS), “constitui uma medida adicional às medidas de prevenção da infeção, como o distanciamento, o uso de máscara, a ventilação dos espaços ou as medidas de higiene e etiqueta respiratória, visando uma retoma mais segura das atividades educativas e letivas presenciais”.

O processo de testagem que vai ser posta em andamento envolve o Ministério da Educação e o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social na sequência da autorização de despesa de 19,8 milhões de euros para responder ao combate contra a COVID-19. A DGS indica uma estratégia para a vacinação.

O processo de testagem em escolas foi desencadeado no final de janeiro, tendo já permitido a realização de mais de 64.000 testes, apesar da transição para o ensino à distância causado pela evolução da pandemia.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!