UA Open Campus abre (todas!) as emoções da vida universitária

Universidade de Aveiro abre, nos dias 10, 11 e 12 de maio, o campus universitário aos estudantes e à população em geral. O ‘UA Open Campus’ permite aceder a 8 mil sessões científicas, visitar laboratórios e sobretudo viver o ambiente do campus.

0
1
Partilhas
Campus da Universidade de Aveiro
Campus da Universidade de Aveiro. Foto: DR

Estudar, viver, sonhar e amar na Universidade de Aveiro (UA). A primeira edição do ‘UA Open Campus’ vai abrir todas as portas e emoções da academia de Aveiro aos estudantes do ensino secundário e superior, mas também a toda a população em geral.

Nos dias 10, 11 e 12 de maio, no campus da UA, vão decorrer mais de 8 mil sessões de experiências científicas, uma mostra de 5 dezenas de projetos tecnológicos da UA e muitas conversas com cientistas.

Para além dos eventos técnicos e científicos pode-se ser músico, cantar, fazer teatro e experimentar cantinas, complexos desportivos e residências universitárias. E porque há mais vida na UA para além das salas de aula, até um furo na bicicleta se vai aprender a remendar.

A Universidade vai, através do ‘UA Open Campus’, mostrar “a experiência e a vivência de todo o campus” referiu Gonçalo Paiva Dias, vice-reitor.

O vice-reitor, que é responsável pela área académica, lembrou que os participantes no ‘UA Open Campus’ têm “a oportunidade de integrarem um ensaio de uma tuna académica e do grupo de teatro universitário GrETUA, de almoçarem nas cantinas ou de visitarem um Campus edificado pelos mais conceituados arquitetos contemporâneos portugueses.”

8 mil oportunidades para fazer ciência

O ‘UA Open Campus’ está inserido nas comemorações do feriado municipal de Aveiro, assinalado a 12 de maio, e é parte integrante da festa estudantil do ‘Enterro do Ano’, que decorre de 8 a 13 de maio.

A iniciativa foi preparada especialmente para os estudantes do ensino secundário, superior e profissional, que vão poder descobrir a vocação e escolher o curso do ensino superior que mais se lhe adequa, indicou a UA em comunicado. Os jovens vão poder conhecer, por dentro, os 16 departamentos e as escolas politécnicas da UA, onde vão ter “a oportunidade de vestir a bata, de arregaçar as mangas e experienciar a sensação de ser um engenheiro, um biólogo, um gestor ou um contabilista.”

Para poder usufruir de todo o ‘UA Open Campus’ deve inscrever-se até ao dia 7 de maio. As atividades científicas estão também de portas abertas à curiosidade da população em geral, em especial a 12 de maio, dia festivo da cidade e de tolerância de ponto no país, o acesso e as atividades são gratuitas.

A UA referiu em comunicado que de entre mais 300 atividades científicas e 8 mil sessões estão “a resolução de mistérios com mensagens encriptadas, a construção de pontes com esparguete, fazer hologramas, brincar aos investigadores criminais, aprender a ouvir as melodias da respiração, viajar ao longo da evolução do planeta Terra ou perceber melhor o mundo das redes sociais”.

Vida para além das salas de aula

Um campus universitário tem vida que vai para além do ensino e da investigação, a iniciativa da UA vai permitir uma experiência de vida estudantil fora da sala de aulas e dos laboratórios. Participar num ensaio da Tuna Feminina da Associação Académica da UA ou de subir ao palco e ensaiar com o Grupo Experimental de Teatro da UA, são momentos que podem ser vividos.

Mas os participantes podem também “comer nas cantinas, visitar as residências e os complexos desportivos ou, simplesmente, aprender a remendar um furo e a desencravar a corrente da bicicleta, que é o meio de transporte de excelência dos estudantes da UA.” Assim, os participantes “têm à espera todos os ingredientes para misturarem a seu gosto de forma a sentirem como são as 24 horas do dia da comunidade académica.”

O futuro depois da licenciatura

As atividades do dia 10 de maio, das 18h00 às 21h00, foi pensado para os que já frequentam uma licenciatura, ou que já terminaram e pensam regressar à universidade ou que, inseridos no mercado de trabalho, precisam de mais formação.

O debate sobre o caminho para o sucesso, vai levar a Aveiro a atriz e apresentadora Filomena Cautela, indicou a UA, e que será “um dos pontos altos de um programa preparado para falar do futuro, de competências valorizadas pelas empresas ou ingredientes para o sucesso académico e profissional e apresentar as opções do 2º ciclo de ensino da UA.”

O politólogo Carlos Jalali, a bióloga Milene Matos e Francisco Mendes, antigo aluno e cofundador da empresa Beeverycreative, a primeira em Portugal a produzir impressoras 3D, vão acompanhar Filomena Cautela “numa conversa aberta à participação de todos e que decorrerá num espaço tenda localizado em frente ao edifício da Reitoria.”

Para tirarem dúvidas sobre os mestrados da UA vão estar diretores, professores e atuais e antigos estudantes do 2º ciclo da academia. Para o efeito deverá ser feita inscrição prévia até 7 de maio, e assim, “são esclarecidos os programas curriculares, a empregabilidade, as perspetivas futuras e toda e qualquer dúvida que possa surgir sobre cada um dos mestrados da UA.”

No espaço tenda em frente da Reitoria a banda sonora vai estar a cargo do DJ Peixinho, e o participante pode visitar a uma exposição de “mais de cinco dezenas de projetos e protótipos resultantes do que de melhor se faz na UA em todas as suas áreas de intervenção, do Mar às Novas Tecnologias, dos Materiais à Energia.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz