Vinhos alvarinhos da Adega de Monção conquistam prémio internacional

Vinhos Deu la Deu Reserva 2017 e o Deu La Deu Terraços 2016 da Adega Cooperativa de Monção conquistam medalha Albariño de Oro na VIII edição do Concurso Internacional Albariños Al Mundo Zurich 2019.

0
Vinhos alvarinhos da Adega de Monção conquistam prémio internacional
Vinhos alvarinhos da Adega de Monção conquistam prémio internacional. Foto: DR

Vinhos da Adega Cooperativa de Monção recebem reconhecimento internacional pela qualidade. Deu la Deu Reserva 2017 e o Deu La Deu Terraços 2016 conquistam medalha Albariño de Oro na VIII edição do Concurso Internacional Albariños Al Mundo Zurich 2019.

O Concurso Internacional Albariños Al Mundo organizado pela Unión Española de Catadores, que tem como principal objetivo dar a conhecer aos principais mercados vinícolas mundiais a excelência da produção das regiões, onde esta casta assume o protagonismo, tornou-se a maior montra internacional do Alvarinho.

Armando Fontainhas, presidente da direção da Adega de Monção, manifestou a sua enorme satisfação pelas distinções alcançadas, e referiu que são “provas irrefutáveis da enorme qualidade dos nossos vinhos. Temos vindo a percorrer um longo caminho. Este é mais um marco na história de uma instituição que deixa um enorme legado no setor vinícola. Estamos todos de parabéns – sócios e colaboradores – mas sobretudo a região de Monção e Melgaço que reúne características únicas, que nos permitem alcançar este sucesso”, destaca o responsável.

Os vinhos, originários de Espanha e Portugal, são avaliados por um júri criteriosamente selecionado, constituído por sommeliers, jornalistas, prescritores e responsáveis de compras.

A Adega de Monção encontra-se situada em plena Região Demarcada dos Vinhos Verdes, na sub-região de Monção e Melgaço, onde a casta Alvarinho é melhor representada, foi fundada em 11 de outubro de 1958, por iniciativa de 25 viticultores.

Esta sub-região da Região dos Vinhos Verdes é onde o Alvarinho tem origem e onde iniciou a sua evolução, o que aconteceu mesmo antes da existência de qualquer registo escrito. Atualmente a adega agrega 1.600 cooperantes e tem uma área vinícola 1.151 hectares.

Ao longo do tempo a Adega Cooperativa de Monção tem vindo investir em inovação acompanhando o que de melhor se faz no setor, e apresenta desde 1986 marcos importantes:

Entre 1986 e 2004, a Adega de Monção melhorou as condições tecnológicas de receção das uvas e o processo de vinificação, a capacidade de armazenamento, estabilização e engarrafamento dos vinhos.

Em 1999 aumentou as suas instalações com a criação de um novo centro de receção de uvas e vinificação – o Pólo de Melgaço.

Entre 2004 e 2006 tiveram início as obras de criação de modernização das instalações que permitiram alargar a comercialização a nível nacional e internacional.

Em 2005 surgiu o espaço Histórico e Cultural da Adega na antiga casa do Adegueiro e silos do Bagaço, que levou à sua integração na Rota dos Vinhos Verdes, Itinerário do Minho.

Em 2007, a Revista dos vinhos galardoou-a como a “Cooperativa do Ano”, e, em 2008 no evento “Lisboa Celebra o Vinho”, o Ministério da Agricultura do Desenvolvimento Rural e das Pescas distinguiu-a com o prémio Empreendedorismo e Inovação.

Em 11 de Outubro de 2008 a Adega de Monção lançou uma aguardente de Vinho Verde Alvarinho, com numeração limitada, para a comemoração do seu Quinquagésimo Aniversário.

É desde 2008 PME Líder.

Em 2017, a Adega Cooperativa de Monção implementou um sistema de produção de energia fotovoltaica para autoconsumo e um sistema solar térmico, um investimento de 160 mil euros que permitiu minimizar a pegada ecológica. Ao todo, foram instalados 307 painéis solares fotovoltaicos de 265 W cada para autoconsumo.

Recentemente, a Adega de Monção, obteve dois “Ouros”, uma “Prata” e seis menções honrosas no concurso de Vinhos Verdes Engarrafados, promovido pela Comissão dos Vinhos Verdes. No Concurso Vinhos Portugal, organizado pela ViniPortugal, foi distinguida com um “Grande Ouro” e com um “Ouro” com o vinho Deu la Deu e Deu la Deu Reserva. O “Muralhas de Monção espumante 2015 Reserva” foi premiado com uma medalha de Prata no Concurso Internacional Brut Experience 2019.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!