10 Milhões de euros para financiar startups no turismo

Turismo de Portugal e Portugal Ventures lançam programa ‘+Património +Turismo’. O objetivo é estimular o aparecimento de startups e de novos negócios, de base local ou regional, ligados ao turismo e ao património cultural.

0
Turistas junto à Torre de Belém, Lisboa
Turistas junto à Torre de Belém, Lisboa. Foto: Rosa Pinto

O Programa “+Património +Turismo”, enquadrado na Estratégia Nacional para o Empreendedorismo ‘StartUP Portugal’, com um investimento previsto de 10 milhões de euros, vai estimular a economia do turismo de âmbito local ou regional.

A aposta é na criação de novas startups e em novos negócios associados ao turismo e à valorização do património cultural e natural do país.

Para aceder aos apoios financeiros os projetos devem ser submetidos no portal da Portugal Ventures, de 16 de junho a 31 de julho de 2016. As propostas depois de avaliadas podem vir a receber um financiamento até ao montante máximo de 500 mil euros.

De acordo com o Programa ‘+Património +Turismo’ os projetos podem ser ou não de base tecnológica, mas têm de levar ao surgimento de uma nova empresa, ou de uma empresa constituída há menos de 3 anos.

O objetivo essencial deverá ser obrigatoriamente “a fruição turística do património cultural e natural do País, valorizando aspetos como a história, a arte, a arquitetura, o património religioso, o enoturismo e gastronomia, o desporto associado à natureza ou o geoturismo”.

Outro dos objetivos que deverá estar considerado no projeto candidato ao financiamento é o de “apoiar o desenvolvimento de produtos e serviços turísticos inovadores, à escala global, nacional ou regional”.

Para Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, citado em comunicado, “os desafios que se colocam hoje ao turismo exigem uma aposta na criação de propostas de valor inovadoras, assentes em fatores distintivos, capazes de gerar mais-valias competitivas para Portugal enquanto destino turístico”.

Este destino turístico deverá levar ao surgimento de propostas que incorporem o “património cultural e natural nacional” associado ao turismo “precisamente porque esse património é único, carece de valorização e é capaz de gerar experiências absolutamente autênticas e inigualáveis”, referiu Luís Araújo.

Para Celso Guedes de Carvalho, CEO da Portugal Ventures, com este novo Programa, é dado “mais um passo na concretização da Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, ‘StartUP Portugal’, e no apoio ao financiamento de novas startups”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!