BMW S 1000 RR com jantes de fibra de carbono

BMW Motorrad lança conjuntos de jantes de fibra de carbono M Performance para BMW S 1000 RR. Com massas rotacionais mais baixas o comportamento da mota é melhorado na aceleração e travagem.

0
BMW S 1000 RR com jantes de fibra de carbono
BMW S 1000 RR com jantes de fibra de carbono. Foto: DR

A fibra de carbono que foi desenvolvida para a indústria aeroespacial, um material de alta resistência e extremamente leve, equipa agora a motas BMW. A BMW Motorrad usa este material para atingir o mínimo de peso e a potência máxima.

As jantes de fibra de carbono M Performance para o BMW S 1000 RR são uma área de aplicação ideal para o material, que é desenvolvido num processo muito complexo em fornos de alta pressão. Os benefícios são óbvios. Menos peso significa massas rotacionais mais baixas, levando não apenas a um comportamento melhorado de aceleração e travagem, mas também torna a mota mais fácil de manusear.

BMW S 1000 RR com jantes de fibra de carbono
BMW S 1000 RR com jantes de fibra de carbono. Foto: DR

Com os novos materiais as motas ficam ainda mais ágeis e dinâmicas. Além disso, a superfície de fibra de carbono, que é revestida com laca incolor de alto brilho, chama a atenção graças à sua estrutura negra cintilante.

As jantes de fibra de carbono M Performance para o S 1000 RR são 1,7 kg mais leves no total do que as jantes de alumínio standard, que já tinham seu peso reduzido em 1,6 kg quando os dois modelos foram relançados em 2019. Todas as peças, como os discos de travagem de 5 mm de espessura (padrão: 4,5 mm), anéis sensores, rolamentos de roda e válvulas de controlo de pressão dos pneus estão incluídos no conjunto de jantes. As jantes de fibra de carbono M Performance estão disponíveis desde o dia 1 de agosto de 2020.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!