Joan “Nani” Roma, em Mini, vence na Baja Portalegre 500

Na Baja Portalegre 500, a contar para a Taça do Mundo de Todo-o-Terreno de Ralis da FIA, o MINI John Cooper Works Rally conquistou as duas primeiras posições no pódio. Joan “Nani” Roma e Stéphane Peterhansel são os pilotos vencedores.

0
Joan “Nani” Roma, em Mini, vence na Baja Portalegre 500
Joan “Nani” Roma, em Mini, vence na Baja Portalegre 500. Foto: DR

A última jornada da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno de Ralis da FIA, Baja Portalegre 500, terminou hoje, 27 de outubro, com o MINI John Cooper Works Rally a ocupar as duas posições cimeiras.

O espanhol Joan “Nani” Roma e o copiloto Alex Haro pilotaram o MINI John Cooper Works Rally num ritmo acelerado durante a sexta etapa. Apesar de um furo, seguido de chuva forte e condições escorregadias ao longo dos últimos 15 km, a equipa terminou a primeira perna com uma vantagem marginal sobre a equipa perseguidora.

A perna de hoje, a segunda, também teve um andamento rápido, levando a que o Mini de Roma tivesse dois furos e a terminar a última etapa em segundo lugar, mas um pouco à frente no tempo geral, garantindo assim a vitória do espanhol e copiloto Alex Haro.

Os franceses Stéphane Peterhansel e o copiloto David Castera completaram o sua estreia com sucesso em Portugal para o X-raid MINI JCW Team. Competindo na Baja Portalegre 500 com o MINI John Cooper Works Rally, para finalizar as preparações de corrida antes do Dakar 2019. A equipa perdeu tempo devido a um furo na perna 1. No entanto, pressionaram na perna 2 para garantir uma vitória.

Stéphane Peterhansel vence segundo lugar na Baja de Portalegre 500
Stéphane Peterhansel vence segundo lugar na Baja de Portalegre 500. Foto: DR

No final da jornada Joan “Nani” Roma referiu: “A última etapa não foi fácil e tivemos dois furos a 70 km, o que nos levou a parar duas vezes, mas estamos felizes e foi importante testar tudo no carro antes de Dakar. O MINI John Cooper Works Rally vai muito bem. Não foi uma corrida fácil; era muito sinuoso e havia muitas árvores, então foi bastante complicado”.

Por sua vez Stéphane Peterhansel referiu: “Foi um bom fim-de-semana e uma boa oportunidade para eu completar o último treino com o David Castera antes do Dakar. Como sempre, a Baja Portalegre é uma corrida realmente interessante; a condução não é fácil.”

O piloto acrescentou ainda: “Terminamos em segundo, o que não é o melhor lugar, mas não estávamos focados em vencer. O nosso foco estava no treino para o Dakar. O carro estava bom, não tivemos problemas, a velocidade não era má. Para mim, foi como eu esperava, bom ritmo e um encruzamento com o David, o final da semana foi perfeito.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!