Hyundai I30 1.0 TDGI

Design apelativo, materiais e montagem perfeita que eleva em ergonomia, o Hyundai I30 1.0 TDGI recorre aos resultados dos ralis para a qualidade do chassi e precisão da direção. Jorge Farromba dá-nos as caraterísticas do modelo em estrada.

0
Hyundai I30 1.0 TDGI
Hyundai I30 1.0 TDGI. Foto: DR

Se dúvidas existissem quanto ao investimento que a marca tem feito nos seus produtos, têm-se dissipado pela boa aceitação que os seus modelos têm na Europa e por todo o mundo. Estamos a falar da Hyundai.

No modelo Hyundai I30 1.0 TDGI não é só o design que é extremamente apelativo, com similaridades com o VW GOLF – revelador de modelos bem aceites, elegantes e intemporais – mas com uma “pitada” de desportividade e irreverência. Esta conjugação tão difícil por vezes de conseguir resulta num modelo que cativa. Adicione-se uma qualidade de montagem e de materiais, quase germânica, uma ergonomia de alto nível, acolhidos nuns bancos confortáveis e acolhedores com um suporte lateral rigoroso.

Hyundai I30 1.0 TDGI
Hyundai I30 1.0 TDGI. Foto: DR

O outro fator que distingue o I30 são os frutos que a marca recolheu e recolhe dos ralis, onde a qualidade do chassis, a precisão da direção – que, mesmo elétrica lê bem a estrada – o rigor da suspensão, a precisão e solidez de todo o conjunto.

Com tudo isto, em estrada aberta encontramos um modelo idêntico a alguma (boa) concorrência. Um modelo confortável, seguro e silencioso que convida a muitos quilómetros.

Pessoalmente considero que é em curvas encadeadas que o I30 1.0 com 120cv revela melhor as qualidades do seu chassis, o trabalho da suspensão e da excelente caixa de velocidades (seja na precisão, ou no aproveitamento das capacidades do motor). É muito difícil – mesmo muito – tirar a compostura ao I30, pois é um modelo que não precisa de quaisquer correções nas entradas e no decurso das curvas, onde o comportamento é referencial. O motor mesmo sendo um tricilindrico não é intrusivo no habitáculo, sendo que somente nos arranques existe um ligeiro gap até ganhar fôlego. E, assim que ganha folego, fica a dúvida se estão ali somente 120cv, porque parecem mesmo muito mais.

Hyundai I30 1.0 TDGI
Hyundai I30 1.0 TDGI. Foto: DR

Em resumo, num modelo que se inicia nos 19.400 euros sempre recheado de equipamento mas sobretudo de qualidade e robustez, com um comportamento seguro, previsível e insuspeito que este modelo se apresenta ao consumidor. Deixa de haver razões para este modelo não competir com os melhores na liderança do segmento.

Autor: Jorge Farromba

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!