5G para transmissão em tempo real de vídeo 360º em 4K

Teste de tecnologia móvel de quinta geração (5G) no circuito automóvel de Indianápolis, pela Verizon e a Ericsson, e com tecnologia Intel, demonstrou transmissão em tempo real de vídeo 360º em 4K e realidade virtual.

0
1
Partilhas
5G tecnologia móvel de quinta geração
5G tecnologia móvel de quinta geração. Foto: DR

As empresas Verizon e a Ericsson testam tecnologia móvel de quinta geração (5G) no Indianápolis Motor Speedway, mesmo antes da 101ª corrida da Indianápolis 500.

O teste envolveu na conexão 5G a utilização de um gateway doméstico baseado na plataforma Intel 5G Mobile Trial e outra tecnologia Intel para permitir a realização de uma transmissão em tempo real da pista em vídeo 360º de alta resolução 4K e realidade virtual (RV).

As empresas Inside, a Verizon, a Ericsson e a Intel Corporation estão a demonstrar formas como os consumidores podem vir a utilizar e a explorar as velocidades de rede de vários gigabits por segundo com baixa latência.

No teste realizado no Indianápolis Motor Speedway, em que as empresas Verizon e a Ericsson testaram a tecnologia móvel de quinta geração, a Intel revelou o seu novo gateway doméstico que assente na plataforma Intel 5G Mobile Trial e tecnologia conectada da Intel, e que fornece a conectividade 5G.

A rede distribuída pela Intel permitiu que um vídeo 360º fosse diretamente transmitido a partir de toda ação na pista para um capacete ou óculos de RV. Isto permite vislumbrar os benefícios que o 5G irá fornecer para as atividades de RV.

A Ericsson, indica que “com velocidades até 100 vezes mais rápidas do que as redes existentes”, os clientes 5G terão acesso a redes wireless fixas de gigabits e a possibilidade de uploads de elevada largura de banda.

A elevada largura de banda do 5G permite a existência de “aplicações como câmaras de segurança baseadas em rede e proporcionar experiências de realidade virtual e aumentada mais otimizadas”, mas sobretudo “a possibilidade de um número maior dispositivos, no espaço da ‘Internet das Coisas‘, poderem ser conectados à rede, criando um novo nível de conveniência e segurança na vida diária das pessoas.”

Os especialistas da Ericsson e da Verizon mostraram durante a realização do teste que “com um sistema 5G, a rede será capaz de fazer transmissões em tempo real de vídeos em 360º”, e a esta transmissão é possível ainda acrescentar “dados de centenas de sensores de todos os carros e pilotos na pista, permitindo que os espetadores assumam virtualmente o lugar dos pilotos.”

A transmissão de vídeo e dados irá beneficiar, também, as equipas da corrida, que com base na informação poderão reagir em tempo real, melhorando a segurança e o desempenho.

Adam Koppe, vice-presidente de planeamento de redes na Verizon, referiu, citado em comunicado, que as “redes de dados móveis vão tornar-se a base do século XXI” e oferecer “suporte à ‘Internet das Coisas'”.

As novas redes vão desempenhar um papel relevante nos veículos autónomos e na comunicação e entretenimento de passageiros, sendo “o desempenho e a fiabilidade os aspetos essenciais da nova rede”.

A Verizon e a Ericsson gravaram uma demonstração do 5G em alta velocidade que prova que tecnologia vai além de conexões fixas e inclui também smartphones, automóveis e muitos outros dispositivos conectados.

Durante o teste de mobilidade, foram alcançadas velocidades de banda larga constantes de mais de 6,4 Gigabits por segundo num carro que se movia a uma velocidade superior a 95 km/h (quilómetros por hora). “Estes resultados foram possíveis devido à tecnologia avançada de processamento da Ericsson, antena e rádio, incluindo a formação e o rastreamento de feixes.”

Os testes no Indianápolis Motor Speedway demonstram os recursos 5G, “como a tecnologia de antena inteligente”, dado que a antena “em vez de transmitir informações espalhadas em vários locais, o 5G utiliza o rastreamento de feixe, que transmite informações a utilizadores específicos, mesmo quando o utilizador está em movimento em alta velocidade, proporcionando uma conectividade ininterrupta.”

Per Narvinger, responsável por Produtos na área de Sistemas de Rede da Ericsson, referiu que atualmente a Ericsson está a trabalhar com a Verizon “para expandir o 5G e levar a tecnologia ao mercado com redes prontas comercialmente”, e acrescentou que o 5G vai permitir novas aplicações para pessoas e empresas, e irá tornar “o nosso mundo mais seguro, mais eficiente e mais ambientalmente sustentável.”

Para Asha Keddy, vice-presidente de Next Generation Standards na Intel Communications and Devices Group, “o 5G vai trazer novas experiências e oportunidades comerciais, como realidade virtual em 4K e largura de banda doméstica wireless ultrarrápida.”

É entendimento dos diversos especialistas que a quinta geração de tecnologia wireless, o 5G, irá fornecer largura de banda móvel e serviços de baixa latência em grande escala para a ‘Internet das Coisas’, que transformará todas as indústrias.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz