Alerta: Durante o confinamento aumentam os ciberataques económicos

Com o confinamento aumenta o teletrabalho bem como os ciberataques económicos. A empresa especializada Check Point indica alguns conselhos sobre práticas de segurança de dados das empresas e pessoais.

0
Alerta: Durante o confinamento aumentam os ciberataques económicos
Alerta: Durante o confinamento aumentam os ciberataques económicos. Foto: © Rosa Pinto

A recente imposição de novo confinamento pelo Governo vem trazer de novo ao teletrabalho muitos profissionais. A Check Point, empresa líder especializada em cibersegurança a nível mundial, alerta para a conhecida tendência dos cibercriminosos de procurar tirar proveito das fragilidades de segurança potenciadas pela situação pandémica.

A obrigatoriedade de trabalhar à distância faz das aplicações de produtividade, como o email, a cloud e as videochamadas, as principais ferramentas de trabalho. Por isso são os principais alvos dos ciberatacantes. A Check Point refere que o Business Email Compromise é exemplo de um dos mais sofisticados tipos de scam dirigidos a indivíduos e organizações. Tem como objetivo a transferência de fundos das contas das vítimas para a dos atacantes, sendo a maior ciberameaça em termos de danos económicos.

“Gradualmente, mais aspetos da nossa vida estão totalmente ligados ao digital. Depositamos muita informação em ferramentas conectadas à Internet, mas ainda não há muita consciência relativamente à importância de proteger estes dados, implementando estratégias de cibersegurança que permitirão uma experiência online mais segura”, afirma Rui Duro, Check Point Country Manager para Portugal.

“Adotar uma abordagem preventiva é crucial para uma vida digital segura, seja enquanto indivíduos, seja enquanto organizações. Com o novo confinamento, é nosso dever estar alerta para as ameaças que os ciberatacantes tentarão certamente impor”, acrescentou Rui Duro.

A Check Point adverte para a necessidade de implementar estratégias de cibersegurança que tenham em conta pilares básicos como a sensibilização dos colaboradores para questões relativas à cibersegurança, a utilização de ferramentas de proteção de dispositivos móveis e atualização periódica de softwares. A equipa de investigadores da Check Point deixa algumas dicas que visam a proteção de dados corporativos e pessoais dos utilizadores:

  • Utilize uma solução de segurança do correio eletrónico que bloqueie ataques de phishing sofisticados como o BEC, para evitar que cheguem às caixas de entrada dos colaboradores.
  • Identifique as suas informações mais sensíveis e defina políticas de segurança e de acesso.
  • Proteja o tráfego de emails com uma solução de segurança avançada de um fornecedor confiável. Soluções open-source ou fornecedores demasiado especializados podem causar mais dano que benefício.
  • Cuidado com o tipo de rede Wi-Fi com a qual trabalha. Assegure-se que está protegida por uma palavra-passe forte.
  • Verificar o endereço de e-mail completo em qualquer mensagem e esteja atento a hiperligações que possam conter erros ortográficos ou qualquer alteração de nome do domínio.
  • Certifique-se que reforça a segurança dos dispositivos que utiliza para trabalhar, especialmente se se tratarem de equipamentos móveis ou de utilização pessoal.
  • Não partilhe credenciais ou informações pessoais via e-mail.
  • Reveja as suas palavras-passe, reforçando-as.
  • Todas as ferramentas, softwares ou sistemas que utiliza devem estar atualizados.
  • Não pressione links que não conhece, ou seja, descarregue apenas conteúdo que sabe ser confiável.
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!