AVC está associado em 90% a fatores de risco modificáveis

Dia Mundial do AVC, a 29 de outubro, tem como mote “Qual é a sua razão para prevenir o AVC?” O AVC é a doença vascular cerebral mais suscetível de ser prevenida, pois está associada a fatores de riscos modificáveis.

0
1
Partilhas
Dia Mundial do AVC
Dia Mundial do AVC

Para assinalar o Dia Mundial do AVC a World Stroke Organization (WSO) lançou uma campanha com o mote “Qual é a sua razão para prevenir o AVC?, uma campanha a que se associou a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC).

A SPAVC lembra que “o AVC é a doença vascular cerebral mais suscetível de ser prevenida e que, na maior parte dos casos, ou seja, em 90%, a doença está relacionada com fatores de risco modificáveis.”

A campanha da WSO pretende estimular a vontade das pessoas em prevenirem o AVC, lembrando-lhes as motivações pessoais para viver. Nesta linha de ação a SPAVC vem também alertar “para os principais fatores de risco da doença, em relação aos quais é possível agir no sentido da prevenção.”

Para a SPAVC, “pequenos gestos, como adotar uma alimentação saudável, praticar exercício físico com regularidade, controlar os valores da pressão arterial, o peso corporal e a diabetes, reduzir o colesterol, detetar e tratar a fibrilhação auricular, não fumar e ainda moderar o consumo de bebidas alcoólicas, podem fazer a diferença no combate ao AVC.”

Os especialistas lembram que “o AVC ocorre quando a circulação de sangue para o cérebro é interrompida. Sem sangue, as células cerebrais podem ser danificadas ou mesmo morrer”. Num evento de AVC e “dependendo da parte do cérebro que é afetada e da rapidez com a pessoa é tratada, os efeitos do AVC em sobreviventes podem ser devastadores para o corpo”, podendo de forma grave afetar “a mobilidade e a fala de uma pessoa, bem como para a forma como as pessoas pensam e sentem.”

Por hora, três pessoas sofrem um AVC, em Portugal. Uma não sobrevive, e metade das que sobrevive ficará com sequelas incapacitantes.

A nível mundial o AVC é uma das principais causas de morte e incapacidade e em Portugal, “continua a ser a principal causa de mortalidade e invalidez: por hora, três portugueses sofrem um AVC, um dos quais não sobrevive, e metade dos que sobrevive ficará com sequelas incapacitantes.

Em face da grandeza trágica dos números a SPAVC deixa o alerta: “O AVC pode acontecer a qualquer pessoa de qualquer idade, e afeta todos: sobreviventes, familiares e amigos, locais de trabalho e comunidades. Desde mudanças individuais na vida de cada um até políticas locais e globais que proporcionem comunidades mais saudáveis, todos podemos fazer algo para prevenir o AVC”.

A SPAVC convida a população a partilhar, nas redes sociais, uma fotografia que ilustre a motivação pessoal para prevenir o AVC, para isso devem utilizar o hashtag #prevenirAVC.

Dia Mundial do AVC
Dia Mundial do AVC

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz