Biman Bangladesh Airlines encomenda dois aviões Boeing 787-9 Dreamliner

Boeing e a Biman Bangladesh Airlines indicaram hoje, durante o Dubai Airshow 2019, que a companhia de aviação Biman encomendou dois aviões 787-9 Dreamliner. Uma encomenda de 585 milhões de dólares a preços de tabela.

0
Biman Bangladesh Airlines encomenda dois aviões Boeing 787-9 Dreamliner
Biman Bangladesh Airlines encomenda dois aviões Boeing 787-9 Dreamliner. Foto: Boeing

A Boeing e a Biman Bangladesh Airlines (Biman) anunciaram hoje no Dubai Airshow 2019 que a companhia aérea está a expandir a frota de Boeing 787 Dreamliner com mais dois aviões avaliados em 585 milhões de dólares a preços de tabela.

A compra, que já foi registada na Boeing em outubro, vai complementar a frota de aviões 787-8 da Biman com o modelo 787-9 de maior capacidade e com maior alcance. A companhia nacional de bandeira de Bangladesh indicou que os novos 787-9 vão ajudar a modernizar a frota e expandir a sua rede internacional.

Muhammad Enamul Bari, presidente do conselho de administração da Biman Bangladesh Airlines, referiu “Uma das nossas principais prioridades é ter uma frota moderna com aviões tecnologicamente avançados que nos permitam expandir e aumentar o nosso alcance internacional”.

“Embora tenhamos uma boa rede doméstica, planeamos estender a rede internacional para incluir mais destinos na Europa, Ásia e Oriente Médio. O 787 com sua superioridade tecnológica, excelente desempenho operacional e experiência do passageiro nos permitirá atingir esse objetivo” acrescentou o responsável da Biman Bangladesh Airlines.

O Boeing 787-9 faz parte de uma família de três membros que oferece grande eficiência de combustível em percursos de longa distância com vantagens no mercado dos 200 a 350 assentos. Em comunicado a Boeing refere que no caso da Biman Bangladesh, o 787-9 pode transportar até 298 passageiros numa configuração standard de três classes e voar até 7.530 milhas náuticas, ou seja, 13.950 quilómetros. O avião apresenta ainda uma redução de combustível e de emissões até 25% em comparação com os aviões mais antigos.

Stan Deal, presidente e diretor executivo dos avões comerciais da Boeing, referiu: “A Biman Bangladesh está na mostrar o poderoso potencial da família dos Dreamliner. No mês passado, a companhia aérea lançou um novo voo sem escalas do seu hub em Dhaka para Medina, na Arábia Saudita. É um ótimo exemplo do 787-8 como uma ‘abertura de mercado’. E agora, a Biman adiciona o 787-9, que oferece mais assentos, mais alcance e mais capacidade de transporte de carga para as rotas que precisam. Os dois formarão uma solução de rede lucrativa para a Biman”.

A Boeing também fornece serviços que ajudam a Biman a operar com mais eficiência. Como parte de um acordo plurianual, os pilotos da companhia aérea vão começar, este ano, a usar a plataforma de mala eletrónica de voo Jeppesen Flite Deck Pro X (EFB) para aceder a gráficos móveis e a informações de navegação, aumentando sua perceção situacional no solo e no ar.

Desde que entrou em serviço em 2011, a família de aviões 787 da Boeing já permitiu a abertura de mais de 250 novas rotas ponto a ponto e economizou mais de 20 mil milhões de quilos de combustível.

O avião foi projetado tendo em mente o passageiro. A família 787 oferece uma experiência incomparável com maiores janelas de qualquer avião comercial, grandes espaços para bagagem de cabine, ar na cabine mais limpo e húmido e inclui uma suave iluminação LED.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!