Boeing prevê grande procura de pilotos, técnicos e tripulação de cabine na região Ásia-Pacífico

Nos próximos 20 anos a região Ásia-Pacífico vai ser responsável pela procura de mais de um terço das necessidades de pilotos, técnicos e tripulação de cabine a nível global, indica o Boeing Pilot & Technician Outlook 2018.

0
Boeing prevê grande procura de pilotos, técnicos e tripulação de cabine na região Ásia-Pacífico
Boeing prevê grande procura de pilotos, técnicos e tripulação de cabine na região Ásia-Pacífico. Foto: Boeing

A Boeing acaba de indicar que a região Ásia-Pacífico vai ser responsável pela maior procura global por novos funcionários para a aviação civil, nos próximos 20 anos. A região está projetada para vir a necessitar 33% de todas as necessidades de pilotos a nível global, bem como de 34% dos técnicos e de 36% de tripulação de cabine.

Os dados são do Boeing Pilot & Technician Outlook 2018, um estudo de previsão das necessidades de novos funcionários pela aviação. A previsão está ligada às projeções para novas entregas de aviões em todo o mundo.

Assim como as necessidades de pessoal, a região Ásia-Pacífico lidera as encomendas de novos de aviões comerciais para os próximos 20 anos, sendo que 40% de novos aviões de passageiros vão ser entregues, nos próximos 20 anos, a companhias aéreas da região Ásia-Pacífico.

Perspetivas para novos profissionais na aviação

A procura de novos pilotos para o setor comercial na região Ásia-Pacífico deverá atingir os 240.000, nos próximos 20 anos. Uma situação impulsionada por tendências regionais que indicam um pico nas reformas dos pilotos na primeira década da previsão e um abrandamento da procura de substituição nos anos posteriores, devido a uma geração mais jovem entrar na lista de pilotos muito antes de atingir a idade obrigatoriedade de reforma.

A procura de técnicos na aviação comercial diminuiu 5%, para 242.000. Isto deve-se aos avanços no desenvolvimento de produtos no 737 MAX, que resultaram em maiores eficiências de manutenção. Em geral, as horas de manutenção necessárias durante a vida útil do avião vão ser reduzidas.

A nova procura de tripulação de cabine na aviação comercial aumentou 3%, para 317.000, devido ao mix antecipado da frota, configuração de cabine e requisitos regulatórios.

Pela primeira vez, as perspetivas incluíram os mercados de helicópteros e aviação executiva. A inclusão desses setores aumentou a procura da região para 261.000 pilotos, 257.000 técnicos e 321.000 tripulantes de cabine.

As regiões que lideram a procura por novos pilotos, técnicos e tripulação de cabine:

China: 128.500 pilotos; 126.750 técnicos; 147.250 tripulação de cabine

Sudeste da Ásia: 48.500 pilotos; 54.000 técnicos; 76.250 tripulação de cabine

Sul da Ásia: 42.750 pilotos; 35.000 técnicos; 43.250 tripulação de cabine

“A forte procura por pilotos na região continua, e prevemos que isso vá continuar nos próximos anos”, referiu Keith Cooper, vice-presidente de Treino e Serviços Profissionais da Boeing Global Services. “Através das nossas soluções de treino de pilotos, incluindo o Pilot Development Program, estamos ajudar a garantir que uma linha de pilotos esteja pronta para dar resposta à procura pela indústria.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!