Chapas de matrícula verdes no Reino Unido para veículos de emissão zero

Reino Unido introduz chapas de matrícula verdes para identificar os veículos elétricos de emissão zero. Os condutores com matrícula verde vão beneficiar de estacionamento mais barato e poder circular em zonas restringidas a outros veículos.

0
Chapas de matrícula verdes no Reino Unido para veículos de emissão zero
Chapas de matrícula verdes no Reino Unido para veículos de emissão zero. Foto: DR

No Reino Unido vão ser lançadas chapas de matrícula verdes a partir de outubro de 2020. O secretário de Transportes, Grant Shapps indicou também planos de promover uma recuperação da economia verde.

Para alcançar as emissões líquidas zero até 2050, os condutores vão ser incentivados a mudar para veículos elétricos com a introdução de placas de identificação verdes. As placas vão facilitar a identificação dos carros como veículos de emissão zero, e ajudar as autoridades locais a projetar e implementar novas políticas para incentivar as pessoas a pessoas a utilizar esses veículos.

Os condutores poderão beneficiar de iniciativas locais, como estacionamento mais barato e entrada gratuita em zonas de emissão zero, onde apenas os detentores de uma placa de identificação verde serão reconhecidos como elegíveis.

As placas serão identificáveis ​​por uma faixa verde no lado esquerdo e estarão disponíveis apenas para veículos de emissão zero.

Para o Governo do Reino Unido é essencial uma recuperação verde para ajudar a alcançar os compromissos com emissões zero, além de promover o crescimento económico.

Chapas de matrícula ecológicas podem vir a desbloquear uma série de incentivos para os condutores e aumentar a conscientização sobre veículos mais limpos nas estradas, mostrando às pessoas que um futuro de transporte mais ecológico é possível ser alcançado.

Grant Shapps referiu: “Estamos a apoiar pequenas empresas a desenvolver a tecnologia de transporte do futuro através de um investimento de vários milhões de libras, garantindo que as empresas do Reino Unido permaneçam na vanguarda da inovação e investigação de baixo carbono”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!