Chris Ferguson volta à Estação Espacial Internacional na nova nave espacial da Boeing

Chris Ferguson, o piloto veterano de três missões de vaivém espacial, é o primeiro astronauta a pilotar a nova nave espacial Boeing CST-100 Starliner numa viagem à Estação Espacial Internacional. Chris Ferguson vai acompanhado pelos astronautas Eric Boe e Nicole Mann.

0
Astronautas (a partir da esquerda) Eric Boe, Chris Ferguson e Nicole Mann vão ser os tripulantes do voo inaugural do Boeing CST-100 Starliner à Estação Espacial Internacional.
Astronautas (a partir da esquerda) Eric Boe, Chris Ferguson e Nicole Mann vão ser os tripulantes do voo inaugural do Boeing CST-100 Starliner à Estação Espacial Internacional. Foto: Boeing

Chris Ferguson, que liderou o último voo do vaivém espacial, Atlantis, entre 8 e 20 de julho de 2011, vai agora, pela quarta vez, num voo espacial, com os astronautas da NASA, Eric Boe e Nicole Mann.

Os três astronautas vão na nova nave espacial comercial tripulada a Boeing CST-100 Starliner até à Estação Espacial Internacional. Uma viagem que os torna pioneiros no restabelecimento do acesso ao espaço pelos EUA, depois do programa do vaivém espacial Atlantis ter sido encerrado em 2011.

Ao participar nesta missão a astronauta Nicole Mann vai fazer história ao ser a primeira mulher astronauta a fazer parte de voo inaugural tripulado, de uma nova nave espacial dos EUA.

“Estamos imensamente orgulhosos de Chris, e entusiasmados por ele fazer parte da primeira equipa da Starliner”, referiu Leanne Caret, presidente e CEO da Boeing Defense, Space & Security. “Damos os parabéns a todos os astronautas que vão voar até à estação espacial num sistema desenvolvido comercialmente”, e acrescentou que a Boeing está a dar passos importantes para o desenvolvimento de um ecossistema espacial comercial próspero.”

Christopher Ferguson tem feito parte integrante do programa Starliner, desde que se aposentou da NASA e se juntou à Boeing em 2011. O astronauta passou mais de 40 dias no espaço durante as três missões de vaivéns espaciais da NASA.

“Eu como engenheiro sempre pensei que se eu não estivesse a pilotar uma nave espacial, deveria fazer parte da equipa de construção”, referiu Chris Ferguson. “As minhas impressões digitais estão por toda a Starliner e estou muito feliz por ter a sorte de voltar ao espaço num veículo que ajudei a projetar a partir do zero. E de alguma forma vão comigo todos os membros da equipa da Boeing que colocaram seus corações e almas nesta nave espacial”.

O voo Starliner será a primeira viagem de Nicole Mann ao espaço. Eric Boe vai fazer a sua terceira viagem ao espaço. Nicole Mann é tenente-coronel e piloto do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA do Boeing F/A-18 Hornet, enquanto Eric Boe é um coronel aposentado da Força Aérea dos EUA que foi piloto de testes no Boeing F-15. Ele também ajudou a tornar a Estação Espacial Internacional numa casa quando na missão STS-126 levou para a estação uma cozinha, casa de banho, dormitórios, sistema de reciclagem de água e máquina de exercícios.

O desenvolvimento de uma solução segura, confiável e económica para serviços de transporte de tripulação de e para a Estação Espacial Internacional vai permitir que a instalação de investigação em órbita continue a cumprir sua missão como Laboratório mundial.

Tendo a NASA como cliente ancora, a Starliner, da Boeing, está a estabelecer as bases para voos comerciais de passageiros de e para destinos de órbitas baixas em torno da Terra. Passageiros que incluem astronautas, cientistas e até turistas internacionais.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!