Cidades “inovadoras” tornam-se proativas na ação climática

As cidades estão a executar ações para controlar as emissões de gases de efeito estufa, indica estudo recente. Enquanto as cidades se tornam mais resilientes ao clima, ativistas como Greta Thunberg e líderes mundiais fazem-se ouvir no palco mundial.

0
Cidades “inovadoras” tornam-se proativas na ação climática
Cidades “inovadoras” tornam-se proativas na ação climática. Foto: © Rosa Pinto

A 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas já começou, em Madrid, Espanha, no dia 2 de dezembro, com os líderes mundiais em reunirem-se para discutir a crescente crise climática. Enquanto os chefes de estado e os ativistas climáticos como Greta Thumber têm suas vozes a ser ouvidas num cenário mundial, os líderes das cidades estão a trabalhar no terreno para tornar a resiliência climática uma realidade nas suas cidades.

Mildred Warner, professor de planeamento urbano e regional, especialista na promoção da sustentabilidade ambiental a nível local e membro do Cornell Atkinson Center for Sustainability, mostrou em dois dos seus estudos recentes que na resposta a desastres, as tarefas dos cidadãos são elementos-chave para uma política de sustentabilidade bem-sucedida a nível local.

O especialista da Universidade de Cornell referiu que “os municípios são cada vez mais vistos como laboratórios inovadores e atores da sustentabilidade ambiental. As emissões de gases de efeito estufa podem ser controladas pelas cidades – por meio de políticas de uso da terra, códigos de construção, sistemas de trânsito e ação governamental direta para reduzir o uso de energia”.

“Descobrimos que as cidades, a partir de seu trabalho na gestão de desastres, se desenvolvem e promovem esforços mais amplos de sustentabilidade. E fazem isso com muita atenção ao equilíbrio entre sustentabilidade ambiental, desenvolvimento económico e equidade social”, concluiu Mildred Warner.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!