Cientistas portugueses e noruegueses usam drones no estudo da biologia costeira

Cientistas portugueses do CIIMAR e cientistas noruegueses do NIVA estão a desenvolver tecnologias de sensoriamento remoto para mapear comunidades biológicas costeiras com recurso a drones.

0
Cientistas portugueses e noruegueses usam drones no estudo da biologia costeira
Cientistas portugueses e noruegueses usam drones no estudo da biologia costeira. Foto: K. Hancke, NIVA

Cientistas do Norwegian Institute for Water Research (NIVA) e do Centro Interdisciplinar de investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), da Universidade do Porto, estão a desenvolver um projeto comum que envolve a partilha de experiências e conhecimentos de técnicas de sensoriamento remoto para o mapeamento de comunidades biológicas costeiras com recurso a drones.

Os ecossistemas costeiros fornecem uma variedade de serviços ecossistémicos para a humanidade, como recursos naturais (algas marinhas, peixes, mariscos), purificação de água, sequestro de carbono e proteção costeira das ondas. De acordo com a Diretiva-Quadro da Estratégia Marinha (MSFD, sigla do inglês), o monitoramento das comunidades de algas marinhas facilita previsões úteis sobre o estado dos ambientes costeiros e fornece evidências de mudanças ambientais, que são essenciais para implementar medidas de forma a alcançar ou manter um Bom Status Ambiental.

Desde julho de 2018 que o CIIMAR desenvolve investigação inovadora sobre o uso de imagens aéreas no mapeamento de ecossistemas costeiros e para avaliar stocks permanentes de algas marinhas. Um trabalho no âmbito do projeto “SWUAV: Mapping the intertidal zone and assessing seaweed biomass using UAV images”. O NIVA também lidera várias iniciativas sobre o mesmo tema, mais recentemente o “Seabee – Norwegian Infrastructure for drone-base research, mapping and monitoring in the coastal zone”.

A iniciativa bilateral entre a Portugal e Noruega vai promover a cooperação entre investigadores de ambas as instituições – CIIMAR e NIVA-, identificando sinergias para o avanço do conhecimento neste campo de investigação.

Os objetivos do projeto são:

fortalecer as relações bilaterais entre cientistas portugueses e noruegueses através da troca de experiências e conhecimentos em técnicas de sensoriamento remoto por drones aplicadas ao mapeamento de comunidades biológicas costeiras;

promover futuras parcerias para projetos de investigação conjuntos;

disseminar o conhecimento adquirido pela comunidade científica e pelas partes interessadas, envolvidas na gestão dos recursos costeiros.

Os resultados do projeto são:

acelerar o desenvolvimento de novos métodos e ferramentas para classificação de imagens aéreas;

publicar trabalhos científicos revendo e comparando estas metodologias;

conceber futuros projetos conjuntos de investigação, tanto no âmbito das EEA Grants como em outros programas.

Os trabalhos de investigação receberam financiamento através de bolsas do Mecanismo Financeiro do Espaço Europeu. E a partir da colaboração, entre os dois centros vão ser desenvolvidos protocolos para o planeamento e implementação de missões usando drones para monitoramento ambiental costeiro. Kasper Hancke, cientista sénior do NIVA, referiu: “Os drones são o futuro para mapear e monitorar a natureza e os recursos naturais”.

O cientista acrescentou: “A colaboração com o CIIMAR … é uma parceria valiosa que aumenta a capacidade das observações costeiras baseadas em drones”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!