Coronavírus: Governo suspende Dia da Defesa Nacional

O Dia da Defesa Nacional que envolve 6.714 jovens e outros elementos militares é suspenso até 23 de março. Ministério da Defesa Nacional justifica a suspensão “face ao risco de contágio do novo coronavírus”.

0
Coronavírus: Governo suspende Dia da Defesa Nacional
Coronavírus: Governo suspende Dia da Defesa Nacional. Foto: © Rosa Pinto

O Ministério da Defesa Nacional (MDN) indicou que suspende, pelo menos durante 14 dias, o Dia da Defesa Nacional, em face das “orientações das autoridades nacionais e internacionais de saúde” e das “medidas previstas no Plano de Contingência do Ministério da Defesa Nacional”, devido “ao risco de contágio do novo coronavírus (Covid-19)”.

O Dia da Defesa Nacional envolve um total de 6714 cidadãos, o que implica a concentração de um elevado número de jovens e de outros elementos em unidades militares dos três ramos das Forças Armadas. Esta elevada concentração “justifica esta medida preventiva de proteção, até ao dia 23 de março. Após esta data, será reavaliada a necessidade de prolongar a interrupção do Dia da Defesa Nacional”.

O MDN indicou que “esta suspensão abrange as convocatórias para os Centros de Divulgação do Dia da Defesa Nacional do Porto, de Vila Nova de Gaia, Braga, Almada (Alfeite), Lisboa e Funchal, e inclui jovens de várias freguesias dos concelhos de Valongo, Vila Nova de Gaia, Famalicão, Guimarães, Setúbal, Lisboa, Loures e, na Região Autónoma da Madeira, dos concelhos do Funchal e de Santa Cruz”.

Os interessados podem pedir esclarecimento adicionais através do endereço eletrónico ddn.COVID19@defesa.pt ou através da linha de atendimento telefónico do Balcão Único da Defesa: +351 213 804 200.

O MDN referiu ainda que para “além da suspensão preventiva imediata do Dia da Defesa Nacional, a realização de outros eventos públicos com elevado número de participantes, será sempre avaliada em função da evolução epidemiológica”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!