Dia Nacional do Estudante assinala-se com fotos a estudar em casa

Para assinalar o Dia Nacional do Estudante, 24 de março, o Ministério da Educação lança a todos os alunos o repto #EstudoEmCasa, que consiste na partilha de imagens nas redes sociais a estudar em casa.

0
Dia Nacional do Estudante assinala-se com fotos a estudar em casa
Dia Nacional do Estudante assinala-se com fotos a estudar em casa. Foto: © Rosa Pinto

As medidas de contingência provocadas pelo surto epidemiológico causado pelo novo coronavírus levou à suspensão presencial das aulas em todos os níveis de ensino, colocando toda comunidade em geral, e as escolas em particular, num processo de reorganização dos seus modelos de ensino-aprendizagem.

Com este encerrar dos espaços físicos “a escola mudou-se para casa por uns tempos. Mas a vontade de aprender e de estudar deve ser estimulada por todos”, referiu o Ministério da Educação.

Uma foto. Uma rede social. Uma hashtag.

No dia 24 de março, amanhã, celebra-se o Dia Nacional do Estudante e o Ministério da Educação (ME) desafia “os mais novos a partilharem imagens a estudar na sua sala de aula provisória”.

A ideia do ME é que, “esta terça-feira, os alunos ou encarregados de educação partilhem nas suas redes sociais uma foto em casa, em ambiente de estudo, e coloquem a hashtag #EstudoEmCasa, criando um movimento nacional de motivação para que alunos, famílias, docentes, não docentes e escolas prossigam esta caminhada, num ano letivo que, inesperadamente, já tem contornos diferentes do habitual. Esta é também uma forma de os alunos reconhecerem o trabalho dos seus professores”.

As fotografias espalhadas pelas redes sociais serão compiladas na página de instagram: https://www.instagram.com/estudoemcasa2020/.

O Dia Nacional do Estudante comemora-se a 24 de março, desde 1987. É um dia de celebração, luta e homenagem às dificuldades e aos obstáculos que os estudantes enfrentaram na crise académica dos anos 60. É uma data que celebra a força que o estudante tem na luta pelo direito à Educação e pela Liberdade, lembrou o ME.

O ME lembrou ainda que “num tempo em que as atividades letivas presenciais estão suspensas, é importante reafirmar o direito à Educação, independentemente do momento ou das vicissitudes que se atravessem”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!