Donald Tusk lamenta adiamento sobre adesão da Macedónia do Norte e a Albânia

Conselho Europeu de 17 e 18 de outubro não chegou a acordo sobre o início das negociações de adesão à União Europeia (UE) com a Macedónia do Norte e a Albânia. Presidente do Conselho, Donald Tusk, considera a falta de acordo um erro.

0
Donald Tusk lamenta adiamento sobre adesão da Macedónia do Norte e a Albânia
Donald Tusk lamenta adiamento sobre adesão da Macedónia do Norte e a Albânia. Foto: © UE

O Conselho Europeu, de 17 e 18 de outubro, não chegou a acordo para dar início às negociações de adesão à União Europeia (UE) com a Macedónia do Norte e a Albânia. O Presidente Donald Tusk indicou que o Conselho deverá voltar a analisar o assunto antes da cimeira de Zagreb, em maio de 2020.

Para Donald Tusk a Macedónia do Norte e a Albânia cumpriram as exigências impostas pela UE para se iniciar o processo de adesão, pelo que ambos os países têm o direito ao início das negociações com a UE, mas “infelizmente, alguns estados membros ainda não estão prontos” referiu o Presidente do Conselho, e acrescentou: “Pessoalmente, acho que foi um erro, mas não vou comentar mais”.

Donald Tusk incentivou a Macedónia e da Albânia a não desistir referindo: “por favor, não desistam. Compreendo perfeitamente sua frustração, porque fizeram a vossa parte e nós (UE) não. A UE é uma entidade política complexa e é verdade que às vezes leva muito tempo para decidir. Mas não tenho absolutamente dúvida de que um dia se tornarão membros de pleno direito da União Europeia”.

 

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!