Elisabete Jacinto em quarto entre os camiões na segunda do Morocco Desert Challenge

Depois de ter iniciado o Morocco Desert Challenge com o desaire de ter ficado o camião preso na lama, a equipa Bio-Ritmo recuperou, hoje, 22 posições no Morocco Desert Challenge. A piloto Elisabete Jacinto mostrou-se, no final, confiante no 4º lugar.

0
Elisabete Jacinto em quarto entre os camiões na segunda do Morocco Desert Challenge
Elisabete Jacinto em quarto entre os camiões na segunda do Morocco Desert Challenge. Foto: DR

A piloto Elisabete Jacinto alcançou hoje, no final da segunda etapa do Morocco Desert Challenge, o quarto posto entre os camiões. Com esta posição recuperou 22 posições da tabela de classificação geral, depois dos problemas ocorridos durante o prólogo, que devido à lama, a tinha deixado nos últimos lugares entre os T4.

Nesta jornada de hoje, 16 de abril, com um percurso composto por 470 quilómetros cronometrados, a equipa Bio-Ritmo mostrou consistência e fiabilidade impondo um ritmo rápido.

Com o andamento de hoje a equipa aproximou-se, assim, do principal objetivo de conquistar um lugar no pódio dos camiões. Os portugueses foram a 14ª equipa mais rápida na especial, onde competiram 90 carros, buggys e camiões que participam nesta corrida.

No sector seletivo que conduziu os concorrentes até Touzounine, Elisabete Jacinto executou o percurso de forma exemplar e sem falhas a registar, apesar de ter tido a exigente tarefa de realizar várias ultrapassagens.

O trio português figura agora no sétimo lugar na classificação geral dos camiões. No final da prova a piloto, esclareceu: “Hoje podemos dizer com toda a certeza que foi o dia em que batemos o nosso recorde de ultrapassagens. Foi um trabalho difícil, porque apanhámos muito pó, mas conseguimos fazer uma etapa bastante boa e sem problemas.”

Elisabete Jacinto esclareceu ainda: “ A especial era deveras complicada. A dureza do traçado e a extensão do setor seletivo complicaram-nos muito a vida. Passámos sete horas a conduzir o que é verdadeiramente extenuante. Apesar dos obstáculos, não tivemos dificuldades na navegação e viemos sempre no caminho certo com um bom ritmo. Fizemos um bom trabalho e estamos contentes com a nossa classificação.”

A terceira etapa do Morocco Desert Challenge vai percorrer uma das lendárias pistas do rali Dakar atravessando a maior zona militar do sul de Marrocos. A especial, que se inicia em Touzounine, vai ter 335 quilómetros cumpridos ao cronómetro que vão ser percorridos por entre fantásticas paisagens desérticas.

Os concorrentes depois de cruzarem o lago seco Iriki vão enfrentar as complexas dunas do Chegaga e após terem ultrapassado uma série de pistas arenosas e sinuosas vão chegar ao acampamento que vai estar instalado no Erg Lihoudi, também conhecido como “as dunas dos judeus”.

Morocco Desert Challenge
Morocco Desert Challenge
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!